Entretenimento

Whoopi Goldberg e Kevin Hart estão entre artistas negros presentes no Oscar

28/02/2016 22h42

Los Angeles (EUA.), 28 fev (EFE).- Whoopi Goldberg e Kevin Hart foram alguns dos artistas negros que compareceram neste domingo à cerimônia de entrega do Oscar, apesar do pedido de boicote por parte de algumas celebridades devido à falta de diversidade nas indicações.

Além de Goldberg e Hart, foram vistos no tapete vermelho do Oscar atores e músicos negros como Quincy Jones, Abraham Attah ("Beasts of No Nation"), Pharrell Williams e Common.

Também compareceram à cerimônia dos prêmios da Academia de Hollywood, que será apresentada pelo comediante negro Chris Rock, os artistas o cantor e compositor John Legend e a atriz Kerry Washington.

A 88ª edição do Oscar foi precedida por uma forte polêmica porque, pelo segundo ano consecutivo, não houve atores negros indicados nas categorias de interpretação.

O diretor Spike Lee e os atores Will Smith e Jada Pinkett Smith, entre os ausentes desta noite, manifestaram que não iriam à cerimônia de entrega dos prêmios como protesto pela falta de diversidade.

A Academia respondeu a estas acusações anunciando a aprovação de uma série de mudanças destinadas a dobrar, entre seus membros, o número de mulheres e pessoas de diversas origens étnicas até 2020.

Questionada hoje pela rede de televisão "ABC", a presidente da Academia de Hollywood, a afro-americana Cheryl Boone Isaacs, afirmou que é "responsabilidade" da organização garantir que haja diversidade na indústria do cinema.

Por sua vez, a atriz Kerry Washington ("Scandal") mostrou sua admiração pelos que apoiaram o boicote, mas acrescentou que, na sua opinião, sua voz terá mais utilidade na cerimônia para ser "parte da conversa" que assegure "a mudança institucional" e fazer com que Hollywood seja "o mais inclusiva possível".

Nos arredores do tapete vermelho, dezenas de pessoas convocadas pelo reverendo Al Sharpton protestaram pela falta de diversidade.

"Esta será a última noite dos 'all-white Oscars' (Oscars completamente brancos, em tradução livre)", disse o reverendo, segundo o site da revista "Variety".

"Os artistas negros serão festejados aqui (nos prêmios Oscar) quando as vidas negras importarem", dizia um dos cartazes em referência ao movimento "Black Lives Matter", que surgiu após a morte nos últimos anos nos EUA, causada por policiais, de vários jovens negros desarmados.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo