Entretenimento

Jamaica tenta inscrever reggae como patrimônio cultural intangível da Unesco

09/02/2016 15h45

San Juan, 9 fev (EFE).- O Ministério de Cultura da Jamaica iniciou o processo para inscrever o reggae na lista de patrimônio cultural intangível da Unesco, onde pode figurar como um bem jamaicano, informou nesta terça-feira o governo da ilha caribenha em sua conta no Twitter.

A diretora da Divisão de Indústrias Culturais e Criativas do Ministério, Janice Lindsay, explicou que a ideia é designar um comitê que preparará a proposta com o objetivo de apresentá-la em março de 2017.

"Temos que proteger a história distintiva do reggae como um patrimônio intangível e devemos fazê-lo antes que alguém mais apresente elementos desta proposta como sua", disse Lindsay em comunicado.

A funcionária ressaltou a importância que esta designação teria para as futuras gerações, já que serão elas as que "não nos perdoarão se tiverem que ler ou escutar trechos de obras musicais de nosso país porque o resto foi se perdendo com o passar do tempo".

Além disso, assegurou que a inscrição como patrimônio cultural intangível da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) será vista como evidência da "origem e distinção do que é ser um jamaicano".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo