Entretenimento

França devolve ao Camboja cabeça de estátua destruída há 130 anos

21/01/2016 12h03

Phnom Penh, 21 jan (EFE).- O governo do Camboja comemorou nesta quinta-feira a devolução feita pela França da cabeça de uma estátua hindu quebrada há mais de 130 anos e cujo corpo ficou no país asiático.

Em um evento liderado pelo vice-primeiro-ministro do Camboja, Sok An, as partes da efígie foram unificadas, de acordo com a agência nacional de notícias "AKP". A obra de arte, datada no século VII, foi tomada de um templo na sulina província de Takeo por pesquisadores franceses entre 1882 e 1883 e levada ao Museu Guimet, que a devolveu ao Museu Nacional do Camboja.

Milhares de figuras foram tiradas do Camboja durante o protetorado francês (1863-1953) e as guerras e conflitos políticos locais vividos entre os anos 70 e 90. Casas de leilões e museus dos Estados Unidos e da Tailândia devolveram dezenas de peças nos últimos anos, em alguns casos após longas negociações e batalhas judiciais.

Em outubro do ano passado, um colecionador norueguês devolveu três estátuas milenares elaboradas durante o Império Khmer, que tinham sido retiradas há três décadas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo