Entretenimento

Márcia Foletto espera que prêmio chame atenção para miséria no estado do Rio

12/01/2016 17h55

Rio de Janeiro, 12 jan (EFE).- A fotógrafa brasileira Márcia Foletto, que venceu nesta terça-feira o Prêmio de Jornalismo Rei da Espanha na categoria Fotografia, afirmou que espera que a premiação sirva para chamar a atenção do mundo sobre a situação de miséria em que vivem milhares de pessoas no estado do Rio de Janeiro.

Márcia recebeu o prêmio por uma série de fotografias sobre a pobreza que ilustrou a reportagem "Os miseráveis", publicada no jornal "O Globo" em 31 de maio de 2015.

"O que os jornalistas tentam fazer é chamar a atenção para uma grave realidade e um prêmio serve para que o assunto volte à discussão. Espero que o prêmio sirva como uma caixa de repercussão e coloque o assunto em pauta não só no Brasil, mas em outros países", afirmou ela à Agência Efe.

O júri da 33ª Edição dos Prêmios Rei da Espanha, convocados anualmente pela Agência Efe e pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), escolheu o trabalho de Márcia Foletto entre os 18 apresentados na categoria Fotografia.

"A tarefa de um jornalista é transformar estatísticas em histórias reais, e nós queríamos contar como vivem algumas dessas 565.135 pessoas, que representam os 3,77% da população do Rio, que as estatísticas localizam abaixo da linha de pobreza", afirmou.

Ela ressaltou que essa é uma realidade bem próxima dos moradores do Rio, que podem ver exemplos inclusive nos pontos turísticos. Em Copacabana, por exemplo, a equipe encontrou um casal que "sobrevive do lixo, vende o que acha e até come os restos que encontram".

"Fizemos um trabalho para mostrar como é a vida dessas pessoas, do que vivem e como sobrevivem. E espero que o prêmio dê visibilidade a essa realidade, porque não podemos aceitar essa situação em um país como o Brasil", afirmou.

Márcia começou a trabalhar no ramo aos 18 anos, e desde 1991 faz parte da redação de "O Globo". Possui vários prêmios por imagens captadas no Rio de Janeiro, de temas que vão desde operações militares em favelas até o Carnaval.

"Estou muito feliz porque o Rei da Espanha é um prêmio muito importante na carreira de um jornalista no Brasil. É um prêmio muito apreciado e respeitado aqui", afirmou ela, ressaltando que ficou emocionada ao receber um prêmio que vários de seus colegas ou ex-colegas no jornal já receberam.

O prêmio na categoria Fotografia é de 6 mil euros (mais de R$ 26 mil) e uma estátua em bronze do artista Joaquín Vaquero Turcios.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo