Entretenimento

De Bosch a Rafael, o Museu do Prado, em Madrid, está ao alcance do mouse

EFE/Chema Moya
Museu do Prado, em Madrid Imagem: EFE/Chema Moya

20/12/2015 10h00

O novo site do Museu do Prado permite visitar ou revisitar, de maneira anárquica ou ordenada, com poucos cliques, clássicos como "O Jardim das Delícias", de Bosch, "O Cardeal", de Rafael, e "O Cavaleiro da Mão no Peito", de El Greco.

Nem os feriados, nem a distância, nem uma gripe podem ser desculpas para não percorrer as galerias do Museu do Prado, a principal pinacoteca da Espanha e uma das mais importantes do mundo.

Todas as 10 mil obras da coleção estão abertas e disponíveis em alta qualidade no novo site (www.museodelprado.es), que substituiu o lançado em 2007. É possível analisar cada quadro com amplos detalhes, como se o visitante colocasse uma lupa sobre cada um deles.

Uma das novidades da nova aposta tecnológica do Museu do Prado é o motor de busca, capaz de encontrar toda coleção, além das informações relacionadas com as 10.000 obras referenciadas e os 1.800 autores expostos na pinacoteca.

Cada quadro acompanha um material multimídia e uma ficha técnica, que inclui informações como outras obras do mesmo autor presentes na coleção do museu. Há também outras recomendações feitas pelo próprio site, acompanhados de uma seleção musical escolhida pela emissora de rádio pública "Radio 3".

Dentro das possibilidades oferecidas pelo novo site está o chamado "Meu Prado", onde o usuário poderá criar sua própria seleção de obras preferidas posteriormente compartilhá-la nas redes sociais como Facebook e Twitter, junto de suas inquietações pictóricas e detalhes de certos quadros só vistos por meio da tecnologia.

O Museu do Prado também aposta em aproximar a arte dos mais jovens. O novo site tem um design intuitivo, simples e ordenado, pensado também para as telas de dispositivos móveis.

É uma proposta para todos os públicos, que dá a possibilidade de a arte estar presente a qualquer hora do dia, apesar de o objetivo final do site ser seduzir os visitantes a deixarem o ambiente virtual para visitar o museu.

Pelas mensagens recebidas pelo Museu do Prado através das redes sociais, o novo site se transformou em um "grande consolo" para os que vivem longe de Madri.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo