Entretenimento

Entrevista exclusiva de Assad para Efe foi reproduzida por mais de 500 meios

14/12/2015 15h45

Madri, 14 dez (EFE).- A entrevista exclusiva da sexta-feira passada da Agência Efe com o presidente da Síria, Bashar al Assad, foi divulgada por mais de 500 meios de comunicação escritos, digitais, radiofônicos e televisivos de todo o mundo, entre eles as agências "AP" e "Reuters", "The Washington Post", "Newsweek", "Fox", "Al Jazeera", "Telemundo", "O Globo" e "Sputnik".

Foi a primeira entrevista que Assad concedia a um meio espanhol desde que explodiu a guerra em 2011, e a única a uma agência internacional de notícias nesta última etapa da crise no país árabe.

As agências "AP" e "Reuters" reproduziram imediatamente as declarações nas quais o presidente sírio reagia às conversas que realizavam naquele momentos em Riad os grupos da oposição e criticava com dureza Turquia, Arábia Saudita e Catar, por "ajudar os terroristas", e Estados Unidos e União Europeia, por "não serem sérios" em seu combate contra o jihadismo.

A transmissão da exclusiva em espanhol, inglês, árabe e português disparou a presença da Efe nos meios de comunicação internacionais como poucas vezes: os principais jornais, emissoras de TV e rádios latino-americanas, americanas, europeias e árabes reproduziram a entrevista, algumas integralmente.

"The Washington Post", "Newsweek", "Fox", "Al Jazeera", "Telemundo", "Univisión", "Skynews", "Al Arabiya", "El Universal", "Caracol", "O Globo", "La Prensa", "TVE", "La Vanguardia", "La Razón", "Abc", as russas "RT" e "Sputnik", a agência iraniana "Fars" e a síria "Sana" são alguns das dezenas de veículos que divulgaram a exclusiva da Efe.

O programa de notícias mais importante da Alemanha, o "Tagesschau", da emissora "ARD", a incluiu de maneira destacada, e a agência austríaca "APA" a selecionou entre as notícias mais importantes do dia. Também a publicaram os jornais austríacos "Die Presse", "Kurier", "Osterreich", "Tagegzeitum" e "Nachristen", além da "TV ORF".

Especialmente ampla foi a publicação na Turquia, onde se destacou das palavras de Assad que o líder sírio era "contra uma solução política" por meio das emissoras "TRT araz", "TRT turk", "Kanal A", "TGRT Haber", e os jornais "Aksam","Bogum", "Günes", "Star" e "Milliyet".

Na Espanha, jornais nacionais como "La Vanguardia", "La Razón" e "ABC", e várias dezenas de publicações regionais também publicaram a entrevista.

Praticamente todas as emissoras de rádio destacaram a notícia em seus noticiários, entre elas de maneira relevante a "RNE", "SER", "COPE" e "Onda Cero". A "RNE" também entrevistou o presidente da Efe em seus programas "Cinco Continentes" e "24 Horas".

As emissoras de TV, sem exceção ("TVE", "Antena 3", "Tele5", "Cuatro" e "La Sexta"), reproduziram sequências da entrevista em seus noticiários. O Canal 24 Horas da "Televisión Española" esteve praticamente o dia todo informando da mesma.

No total, foram mais de 250 reproduções em meios digitais (171 em espanhol, 44 em inglês, 38 em português, além das menções, quase impossíveis de computar, em árabe, russo, alemão, turco, chinês e outros idiomas).

Mais de 50 chamadas impressas também reproduziram a entrevista, enquanto as menções em rádio e televisão superaram a centena. No total, mais de 500 menções em papel, rádio, TV e digital.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo