Entretenimento

Gary Oldman revela seu lado fotógrafo em exposição no México

Eric Charbonneau/SPE, Inc.
Gary Oldman mostra pela primeira vez sua faceta como fotógrafo Imagem: Eric Charbonneau/SPE, Inc.

Guadalajara (México)

26/11/2015 21h26

O ator britânico Gary Oldman mostra pela primeira vez sua faceta como fotógrafo na exposição "Slipping Glimpse", na Feira Internacional do Livro de Guadalajara (FIL), que divide com o pintor George Blacklock.

A mostra, apresentada nesta quinta-feira (26) aos meios de comunicação, marca o início das atividades do Reino Unido como país convidado da FIL, na qual participarão 150 escritores, acadêmicos, artistas e representantes de editoras do próximo sábado até 6 de dezembro.

Para Oldman, a fotografia é uma atividade que ele conciliou com sua carreira no cinema e no teatro e que considera "uma extensão" de seu interesse por contar histórias desde sua infância.

Em uma videoconferência feita a partir de Los Angeles, o ator disse que o trabalho fotográfico é produto de seu percurso por vários países. Com sua câmera, Oldman captou um set de filmagem em Praga, os campos áridos no Novo México, o músico Jack White, e até um autorretrato em um espelho de um camarim.

Ao utilizar o formato panorâmico, Oldman afirmou que suas imagens buscam dar ao espectador uma visão "tipo cubista".

"Slipping Glimpse" pretende ser um diálogo entre a pintura de George Blacklock e a fotografia de Gary Oldman, em uma parceria baseada na amizade que os une há 25 anos e na qual trocaram pontos de vista sobre a qualidade que a arte deve ter.

"Embora exista muita diferença entre o que é atuar para o cinema e para o teatro e pintar, vimos que compartilhávamos interesses e queríamos ver quais eram os pontos que nos uniam e como podíamos trabalhar para melhorar", afirmou Blacklock, que está em Guadalajara.

"A qualidade é algo etéreo", acrescentou Oldman, em tom de piada.

Além das fotografias, a mostra conta com pinturas a óleo feitas por Blacklock, que compara sua obra "às interpretações metafísicas da arte religiosa" e que buscam contribuir à narrativa não linear.

Além de "Slipping Glimpse", o Reino Unido traz a Guadalajara a mostra "Words and Pictures", do artista pop David Hockney, que reúne 87 gravuras criadas entre 1961 e 1977, inspiradas em contos dos irmãos Grimm.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo