Entretenimento

Tufão Haiyan e o exemplo de como transformar uma tragédia em oportunidade

12/11/2015 10h01

Helen Cook.

Tacloban (Filipinas), 12 nov (EFE).- O trabalho de várias ONGs e a força de vontade de diversas pessoas conseguiram transformar a tragédia causada há dois anos pela passagem do tufão Haiyan pelas Filipinas - onde causou mais de 6.300 mortes - em uma oportunidade para melhorar a qualidade de vida dos mais desfavorecidos.

Embora ainda haja muito o que reconstruir nas áreas afetadas, o bairro de Marasbaras, na cidade de Tacloban, tornou-se um exemplo deste esforço ao criar infraestruturas básicas que não existiam antes mesmo de a tempestade arrasar a região e que ajudam no fortalecimento da população.

Há poucos meses, a maioria dos moradores de Marasbaras não contava com um sistema de saneamento que permitisse manter as áreas comuns em condições higiênicas básicas.

"Até muito pouco atrás, havia 45 residências sem vaso sanitário, e a única forma que os moradores tinham de ir ao banheiro era ao ar livre. Isso causava muito incômodo, sobretudo grandes problemas para a comunidade", disse Realizado Triunfo, representante do Departamento de Saúde e Saneamento em Marasbaras.

A pior das consequências da falta de instalações sanitárias é a propagação de doenças, em algumas ocasiões mortais.

"A área comum à qual costumávamos ir ao banheiro está muito perto de vários campos de cultivo, e isso obviamente fazia com que piorasse o estado de saúde das crianças, sobretudo na época de chuvas", explicou Triunfo.

"Por sua vez, isso acaba afetando a educação das crianças, que faltam às aulas de forma constante. Mas agora é coisa do passado", acrescentou o filipino.

A situação mudou radicalmente quando a ONG Ação Contra a Fome distribuiu em Marasbaras material suficiente para construir pelo menos 30 banheiros, e após a comunidade decidir compartilhar parte das doações, o número aumentou para 43.

A ONG primeiro realizou um trabalho de conscientização no bairro para que os moradores se conscientizassem sobre a importância de utilizar os banheiros, e depois doou o material.

"Que as pessoas tenham banheiros é muito mais importante do que se pensa", disse à Efe John Christopher Silvosa, voluntário da Ação Contra a Fome na região devastada pelo tufão.

"A água e o saneamento impactam diretamente no desenvolvimento de um país. Para que uma sociedade progrida, a água e saneamento são essenciais, e não só em situações de emergência como a de Haiyan, mas a longo prazo", acrescentou.

A melhoria da saúde das crianças foi evidente em várias cidades, como em General MacArthur, em Samar Oriental, outra região muito afetada por Haiyan.

"O que mais notamos é que as crianças agora praticamente não faltam nenhum dia ao colégio, e essa é uma mudança muito grande", afirmou Marietta Bagunas, funcionária pública no bairro de Camcuevez, em General MacArthur.

Desde a passagem de Haiyan, cerca de 500 mil pessoas que tiveram perdas receberam assistência da Ação Contra a Fome em higiene, saneamento e acesso a água, e 71 bairros foram declarados zonas de "zero defecação ao ar livre".

Na cidade de Tacloban, que ficou arrasada, os esforços para desenvolver a rede de saneamento também teve impacto direto nos níveis de nutrição dos menores de 6 anos.

"Pouco depois do Haiyan, 7,3% da população estava desnutrida. Em dois anos, conseguimos reduzi-la para 5,67%, e as melhorias no saneamento nos ajudou muito com estes números", disse Maria Lumen Tabao, que trabalha no Departamento de Nutrição de Tacloban.

"As crianças são o futuro, e se elas não estão bem nutridas, a longo prazo isso afetará a economia da cidade e, portanto, todos os seus moradores", explicou Tabao.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo