Topo

Entretenimento

Dotcom deixa mansão em Auckland por falta de dinheiro

08/11/2015 03h21

Sydney (Austrália), 8 nov (EFE).- O empresário alemão Kim Dotcom tem que deixar sua luxuosa mansão com piscina e quadra de tênis e se mudar para um apartamento em Auckland por falta de dinheiro, porque o processo de extradição para os Estados Unidos que enfrenta na Nova Zelândia congelou parte de sua fortuna, informou neste domingo a imprensa local.

O contrato de aluguel da residência Coatesville, a mais cara da Nova Zelândia quando construída em 2006 nos arredores de Auckland, estabelece que Dotcom tem a opção de compra do imóvel e que, se não o fizer, deve desocupá-lo, segundo o jornal "The New Zealand Herald".

O fundador do já extinto portal de downloads Megaupload não descarta comprar Coatesville em um futuro, mas por enquanto terá que se conformar com um apartamento de quatro quartos em Auckland a partir do final do mês.

"É significativamente mais humilde do que estou acostumado mas não me importa. Já não sou casado", declarou Dotcom, segundo o jornal.

O empresário alemão e sua esposa Mona se separaram durante o processo de extradição para os EUA, que começou em 2012 com uma operação internacional comandada pelo FBI que levou ao fechamento do Megaupload e a detenção de sete pessoas, incluindo Dotcom.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento