Topo

Entretenimento

Barreira protegerá artes de um dos trechos mais visitados do muro de Berlim

John MacDougall/AFP
5.nov.2015 - Pichação é removida atrás de uma cerca temporária na parte do Muro de Berlim conhecida como "East Side Gallery". A área ganhará uma barreira fixa Imagem: John MacDougall/AFP

De Berlim (Alemanha)

05/11/2015 13h21

Uma barreira de 80 a 90 centímetros de altura protegerá as pinturas que enfeitam um pedaço do velho muro de Berlim, conhecido como East Side Gallery. A partir de agora os visitantes deverão se manter a 1,30 metros de distância.

O anúncio foi feito pela Prefeitura de Friedrichshain-Kreuzberg, onde se encontra a "East Side Galery". Além disso, haverá cartazes em diferentes idiomas para indicar aos pedestres que as obras de arte realizadas sobre o muro devem ser protegidas.

A "East Side Galery", um pedaço de 1,3 quilômetros de muro, atrai muitos turistas, em parte por ser um dos poucos trechos que não foram derrubados, e também porque entre as artes que o decoram está a célebre representação do beijo de irmandade entre o estadista soviético Leonid Brejnev e Erich Honecker, líder da extinta República Democrática Alemã.

A "East Side Gallery" ficou conhecida em fevereiro de 1990, três meses depois da queda do muro, quando 118 artistas de 21 países pintaram 106 quadros sobre esse fragmento.

Em 1991, a "East Side Gallery" conseguiu proteção como monumento e, em 1996, foi criada uma associação de artistas para preservar as obras de arte.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento