Topo

Entretenimento

Quadro de Basquiat supostamente furtado em Paris reaparece com dono

Reprodução
O artista americano Jean-Michel Basquiat, que morreu em 1988 Imagem: Reprodução

De Paris (França)

17/10/2015 12h11

Um quadro do artista Jean-Michel Basquiat avaliado em 10 milhões de euros (cerca de R$ 44 milhões), cujo suposto furto foi denunciado pela inquilina do apartamento no qual se encontrava, apareceu nas mãos de seu verdadeiro dono e ex-marido da mulher, informou neste sábado (17) a imprensa francesa.

A denunciante havia se ausentado por três dias de seu domicílio e ao retornar nesta sexta-feira se deu conta do desaparecimento do quadro, cujo título não foi divulgado.

A investigação está em mãos da Polícia Judiciária parisiense, que não constatou sinais de arrombamento e trabalhava com a possibilidade de que o roubo tivesse sido cometido por algum conhecido da proprietária.

A casa, segundo a emissora "i-Télé", fica em uma das áreas mais vigiadas da capital francesa, perto do Palácio do Eliseu, sede da presidência, e do Ministério do Interior.

Pouco depois do início das investigações, os meios de comunicação assinalaram que a denunciante e seu marido estavam em trâmites de divórcio, e que o proprietário legítimo da obra, que a tinha posto à venda, era quem a tinha recuperado "após um litígio privado".

Basquiat (1960-1988), um artista nascido nos Estados Unidos de pai haitiano e mãe porto-riquenha que morreu há 25 anos, se transformou após sua morte por overdose em um dos reis dos leilões de arte contemporânea.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento