Entretenimento

Hackers extorquiram milhares de australianos este ano

09/08/2015 02h37

Sydney (Austrália), 9 ago (EFE).- A Comissão Australiana de Consumo e Concorrência recebeu este ano cerca de 2.500 denúncias de vítimas de hackers que sequestram os dados dos computadores para extorquir dinheiro, informam neste domingo diversos meios de comunicação do país.

A citada comissão calculou que as vítimas pagaram aos hackers, que operam do estrangeiro, ao redor de US$ 400 dólares australianos (US$ 296.600), segundo a rádio pública "ABC".

O modo de operar dos contraventores é entrar no computador em mensagens aparentemente inofensivas ou programas e, uma vez dentro, encriptar documentos e fotos para depois pedir ao interessado um resgate de várias centenas de dólares em geral.

O pagamento é feito através de moedas eletrônicas, como bitcoin, detalhou à citada fonte Josh Lindsay, técnico da empresa IT, que disse que nos 15 anos que trabalha com computadores nunca tinha visto um código tão "indestrutível".

A presidente da Comissão Australiana de Consumo e Concorrência, DeLia Rickard, disse que o número de ataques cresceu particularmente nos dois últimos meses.

A Câmara de Comércio e Indústria da Tasmânia foi uma das vítimas e optou por pagar os US$ 350 dólares pedidos de resgate.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo