Entretenimento

Moedas de navio espanhol avaliadas em US$ 1 milhão são achadas na Flórida

28/07/2015 13h20

Miami, 28 jul (EFE).- Uma família de Sanford, no norte do estado da Flórida, recuperou do fundo do mar, com um detector de metais, 52 moedas de ouro avaliadas em mais de US$ 1 milhão, procedentes de um navio espanhol do século XVIII, informou o jornal "Orlando Sentinel" nesta terça-feira.

Eric Schmitt e sua família recuperaram a 4,5 metros de profundidade no litoral de Fort Pierce, no condado de St.Lucie, 52 moedas de ouro que faziam parte de um dos 11 galeões da Frota Espanhola que naufragaram no dia 31 de julho de 1715 nessa região por causa de um furacão.

Uma da moedas de ouro é uma rara peça não destinada a circular e está avaliada, segundo Schimitt, em US$ 500 mil, relatou a publicação.

De acordo com Brent Bisben, cofundador da companhia 1715 Fleet-Queens Jewels, detentora dos direitos sobre o lugar do naufrágio onde foram achadas as moedas, é assombroso o bom estado de conservação das peças.

"As moedas estão em um estado quase perfeito. É muito raro", comentou Bisben, que declarou que "só existem seis moedas como esta".

Essa não é a primeira vez que a família Schmitt encontra peças desses naufrágios. Em 2014, recuperaram um valioso relicário de ouro que fazia parte do tesouro da citada Frota Espanhola. Em 2013, acharam uma rede de ouro de 15 metros de comprimento e várias moedas de ouro avaliadas em US$ 500 mil. O relicário de ouro foi feito entre finais do século XVII e princípios do XVIII.

A Frota Espanhola de 1715 zarpou de Havana rumo à Espanha carregada de ouro para a Coroa, mas 11 embarcações afundaram no litoral da Flórida devido a um furacão que tirou a vida de mil pessoas.

Uma parte do ouro, da prata e de outros objetos que caíram no mar foram recuperados após a tempestade, mas os historiadores acreditam que milhões de dólares em prata e ouro permanecem no fundo do mar.

Cerca de 20% do tesouro recuperado, por legislação estadual, deve ficar exposto nos museus; o resto é dividido entre a empresa de Brisben e os Schmitts.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo