Entretenimento

Agatha Ruiz de la Prada desembarca em SP para lançar exposição e perfume

25/06/2015 19h25

(Corrige sublead)

São Paulo, 25 jun (EFE).- A estilista espanhola Agatha Ruiz de la Prada, que está no Brasil pela primeira vez, lançou nesta quinta-feira, em São Paulo, uma coleção que exala arte contemporânea em suas multicores e formas, além de diversão e irreverência.

Inspirada em Sean Scully, Andy Warhol e nos grandes pintores do surrealismo, como Salvador Dalí e Joan Miró, a artista inaugurou no país uma exposição com as 35 principais peças de seus últimos 30 anos de carreira e que está em exibição no Museu da Fundação Álvares Penteado.

"Esta viagem é curta, mas interessante para mim, pois há anos sonho com o Brasil. É um dos países mais importantes do planeta para a moda, porque as mulheres a sentem com muita força. É a melhor primeira viagem de minha vida", destacou Agatha à Agência Efe.

Fugindo dos tradicionais desfiles, Agatha Ruiz de la Prada mostra seu trabalho de um jeito diferente através da exposição e do lançamento de um livro que conta sobre suas "obras de moda", que têm referências da pop art, do rococó e da arquitetura.

"As pessoas de fora da Espanha relacionam meu trabalho com cores, mas nesta exposição, assim como a cor, são importantes também as formas que exploro. Formas de menina, de aro de metal, de michelines, e tudo isso é muito importante pelo volume", contou.

A estilista explicou que o volume é um dos sinônimos de suas peças, elemento com os quais poucos colegas trabalham.

"Meu trabalho tem um pouco mais de humor, porque se um dia você vestir essas formas, não significa que vai ficar gorda, não tem que ter medo, a intenção é provocar emoções, e não ter que ser sexy todas as horas do dia", exemplificou.

Sem medo de arriscar, como ao incluir um aro de metal para sustentar um vestido, Agatha Ruiz de la Prada mistura tecidos como seda e plástico, testando práticas de reciclagem e incluindo o conceito de "sustentabilidade" em sua moda.

Vestidos, saias e blusões multicoloridos incorporam a brincadeira poética da artista, que mistura detalhes que lembram a infância com humor e otimismo.

Uma das peças de maior impacto na mostra é o vestido quadriculado rosa e branco com uma estampa de ovo que, segundo a estilista, é uma forma de se divertir ao utilizar a roupa.

"O que mais impressionou no Brasil foi o vestido com os ovos fritos. Há uma parte do meu trabalho inspirada no surrealismo, e creio que por causa da exposição de Dalí, em São Paulo, os brasileiros fizeram a relação com o movimento artístico", detalhou.

Excêntrica, Agatha quer que suas roupas "provoquem emoções". Para ela, este conceito combina com o público brasileiro.

Além da exposição das peças, a estilista veio lançar um perfume floral, inspirado nas cores e nas estampas de suas coleções.

"Agatha está à frente de seu tempo; é inovadora; sua roupa traduz alegria, bem estar e chama a atenção. O brasileiro também é assim", afirmou a modelo e atriz Fiorella Mattheis, que estrela a campanha da fragrância na América Latina.

"Há muitas pessoas que não se atrevem a vestir minhas roupas, por isso é tão importante ter outros artigos e um perfume", destacou a estilista, que também revelou o desejo de voltar ao Brasil.

A exposição Agatha vs Agatha', organizada pela Fundação Álvares Penteado, ficará em cartaz até 23 de agosto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo