PUBLICIDADE
Topo

Salão de moda no Brasil ressalta processo criativo e geração de valor

26/05/2015 19h52

(corrige nome do evento: Salão+B).

São Paulo, 26 mai (EFE).- A sexta edição do encontro internacional de negócios de moda "Salão+B" foi inaugurada nesta terça-feira em São Paulo com cerca de 40 marcas que ressaltam o processo criativo e a geração de valor agregado aos produtos brasileiros para o mercado local e exterior.

O evento, organizado pela Associação Brasileira de Estilistas (Abest) reúne durante três dias criadores e compradores dos segmentos 'prêt-à-porter', moda praia, calçados e acessórios com as novas coleções para o verão 2016.

O presidente da Abest, Roberto Davidowicz, disse em entrevista à Agência Efe que o 'Salão+B' "pretende dar visibilidade ao trabalho exclusivo de marcas e estilistas brasileiros, que apostam no alto nível de qualidade de tecidos e design e buscam desenvolver um produto final dirigido a um público diferenciado".

"A mostra pretende ser um salão de exposição personalizado. É uma excelente oportunidade para que nossas marcas possam fazer negócios e entrar em contato com possíveis compradores", acrescentou.

O objetivo desta edição é "atingir R$ 2 milhões em vendas diretas e superar o R$ 1,5 milhão do ano passado" apontou Renata Meirelles, gerente de Negócios Estratégicos da Abest.

A edição de verão 2015-2016 reúne estilistas e marcas consagradas como Alexandre Herchcovitch, UMA e Amir Slama, junto com novos criadores que buscam se posicionar no mercado nacional e internacional.

São 14 estilistas de moda, entre eles MOs Beachwear, Prayah, Ellis Beachwear ou Larissa Minattto.

Esta edição inclui o Projeto Comprador Internacional, que faz parte da iniciativa Fashion Label Brasil, programa de exportação de moda da Abest com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil).

A meta do programa é posicionar internacionalmente o design brasileiro de moda, apresentando a imagem de um Brasil inovador e contemporâneo, valorizando o diferencial dos estilistas brasileiros.

Para Davidowicz, o salão "oferece a oportunidade para que o comprador internacional desmitifique positivamente a indústria de moda brasileira, conheça 'in situ' o processo, e entenda as marcas em seu entorno natural, o que fortalece o estilista e seu produto".

Entre os compradores internacionais que participam do evento estão Revolve Clothing e Vanilla Brazil (Estados Unidos), Canvas Boutique (Panamá), Glow (Líbano) e Planeta Brasil (Portugal).

O 'Salão+B' é uma ação que a Abest tem desenvolvido nos últimos três anos em apoio às marcas de estilistas e designers que fazem parte da associação, e embora a convocação também esteja aberta a marcas não associadas, este ano todos os 40 expositores são parceiros da instituição.