Entretenimento

Netflix alcança 62 milhões de assinantes e supera valor de TVs na bolsa

16/04/2015 16h43

Los Angeles, 16 abr (EFE).- O fornecedor de conteúdos audiovisuais Netflix alcançou mais de 62 milhões de assinantes no mundo todo e superou, com US$ 32,9 bilhões, o valor em bolsa do gigante da televisão americana "CBS" (US$ 30,6 bilhões).

Também superou o valor do gigante midiático Viacom (US$ 28,8 bilhões), dono do estudo Paramount Pictures, das emissoras MTV e BET, e dos canais Comedy Central e Nickelodeon, segundo dados da companhia divulgados nesta quinta-feira.

De acordo com os resultados do primeiro trimestre do ano, o Netflix somou 4,9 milhões de subscritores (2,3 milhões nos EUA), mais do que em qualquer outro trimestre desde a estreia da empresa, há oito anos.

Esses números coincidem com o retorno da série produzida pelo próprio canal "House of Cards", protagonizada por Kevin Spacey e Robin Wright, que estreou a terceira temporada em fevereiro.

A companhia acrescentou que outras duas séries, "Unbreakable Kimmy Schmidt" e "Bloodline" ajudaram a atrair novos assinantes.

"Neste trimestre tivemos conteúdos magníficos", disse o diretor-executivo de Netflix, Reed Hastings, ao destacar que "todos eles nos empurraram para frente".

O Netflix, que fechou o mês de março com 62,3 milhões de assinantes em mais de 50 países, espera acrescentar mais 2,5 milhões no próximo trimestre.

A programação original é cada vez mais importante para a companhia dada a feroz concorrência no mercado, incluída a HBO Now, porta de entrada da emissora HBO a todos seus conteúdos mediante assinatura direta (US$ 14,99) sem necessidade de os usuários serem clientes de um fornecedor de televisão a cabo ou satélite.

No Brasil a assinatura mensal do Netflix custa atualmente R$ 17,90 (cerca de US$ 6).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo