Entretenimento

Efe encerra na Colômbia seu périplo fotográfico pela região ibero-americana

19/03/2015 00h30

Medellín (Colômbia), 18 mar (EFE).- A Agência Efe inaugurou nesta quarta-feira em Medellín uma exposição das fotografias mais representativas de seus 75 anos de história com uma cerimônia à qual estiveram presentes o governador do departamento de Antioquia, Sergio Fajardo, e o presidente da Efe, José Antonio Vera, que recebeu um reconhecimento da prefeitura da cidade.

A exposição, que percorreu durante 12 meses as principais cidades da região ibero-americana, encerra na Casa do Encontro do Museu de Antioquia as celebrações do 75º aniversário da Agência.

Nesta ocasião, a mostra "Efe 75 anos em fotos. 25 anos construindo a América Latina", consta de duas partes, a primeira sobre o encontro histórico da Espanha com a América Latina, que voltou à Colômbia após sua inauguração em março de 2014 em Bogotá, e a outra sobre as grandes obras de infraestrutura no continente.

Ao ato inaugural também compareceram o presidente da empresa espanhola Aqualia e diretor de Relações Institucionais do grupo FCC, Eduardo González, e representantes da prefeitura de Medellín, entre outros convidados.

Vera destacou que esta exposição itinerante foi inaugurada em Madri no ano passado pelo então rei da Espanha, Juan Carlos I, e percorreu praticamente todas as capitais latino-americanas.

Em seu discurso, o presidente da Efe ressaltou o estreito vínculo da agência com a língua espanhola, a segunda mais importante do mundo, falada por mais de 500 milhões de pessoas.

"Nos diferenciamos das demais agências porque nós utilizamos a língua espanhola como língua mãe, língua base, língua matriz", afirmou.

Durante a cerimônia, Vera recebeu das mãos do secretário de Comunicações da prefeitura de Medellín, Waldir Ochoa, um reconhecimento à Agência Efe "por ocasião de seus 75 anos", por sua contribuição, segundo manifestou, "ao desenvolvimento da humanidade, desde o exercício de uma comunicação ética, transparente e orientada ao bem-estar comum, promovendo a divulgação da verdade e a defesa da democracia".

Por sua vez, Sergio Fajardo ressaltou a conexão de Medellín com a Espanha e indicou que a Efe ajudou a contar o que aconteceu nesta cidade e o "salto gigantesco" que deu ao superar os anos de violência e se transformar em um símbolo da inovação e do empreendimento na Colômbia.

Para Eduardo González a exposição "mostra todo um período da história da Espanha e da América Latina através de duas empresas como base, como são a Efe e a FCC".

A Efe foi fundada em 1939 em uma Espanha devastada pela Guerra Civil e, após 75 anos de história, é a principal agência internacional em língua espanhola e a quarta do mundo.

Com quase três milhões de notícias produzidas por ano e distribuídas a mais de dois milhares de meios de comunicação no mundo, a Efe conta com mais de 3.000 correspondentes em cerca de 120 países.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo