Entretenimento

Bolo gigante, samba, shows e obras marcam os 450 anos do Rio de Janeiro

01/03/2015 17h51

Rio de Janeiro, 1 mar (EFE).- Rio de Janeiro, antiga capital do Brasil, festejou neste domingo seus 450 anos de fundação com uma variada programação cultural, artística, esportiva e protocolar, sem deixar faltar um gigante bolo de aniversário.

A presidente Dilma Rousseff, que participou hoje da posse do novo presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, retornou diretamente de Montevidéu para o Rio para inaugurar na tarde deste domingo o túnel subterrâneo de 1,45 quilômetro "Rio 450", que ligará o centro do Rio ao bairro da Gamboa.

Após cortar a fita inaugural e de percorrer o túnel junto com outras autoridades em uma caminhonete antiga, Dilma fez um rápido discurso em que destacou a importância histórica do Rio de Janeiro para o país.

"O aniversário de uma jovem senhora de 450 anos é um momento para refletir: uma parte importantíssima da história do Brasil aconteceu nesta cidade e na área que hoje está sendo transformada. Não só a parte triste, de escravidão, mas também nos momentos de afirmação do país", afirmou.

Ao lado de Dilma estavam o governador do estado, Luiz Fernando Pezão, e o prefeito, Eduardo Paes, e entre os convidados se destacou o alemão Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), que está em visita à sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

À noite a presidente participará de uma cerimônia formal de lançamento das medalhas e o selo comemorativo carioca para personalidades.

As celebrações do aniversário começaram jna noite do sábado com o espetáculo musical "Rio 450 anos" realizado na Quinta da Boa Vista, no bairro de São Cristóvão, para mais de 40 mil pessoas.

Compositores cariocas como Chico Buarque, Vinícius de Morais, Tom Jobim e Tim Maia foram homenageados por artistas de diversos gêneros musicais que interpretaram seus sucessos.

Herbert Vianna (Paralamas do Sucesso), Zeca Pagodinho, Ana Carolina, Toni Garrido, Arlindo Cruz, Frejat, Diogo Nogueira, Fernanda Abreu, Vanessa da Mata, Neguinho da Beija Flor, Martinho da Vila, Paulinho da Viola, Gilberto Gil, Erasmo Carlos passaram pelo palco da festa.

Um dos pontos altos foi o dueto de Caetano Veloso com Baby do Brasil, que interpretaram "Menino de Rio".

Neste domingo, a primeira cerimônia oficial aconteceu no Forte de São João, na Urca, com um ato de honras militares a cargo do Exército, que precedeu a chegada de veleiros que saíram de Bertioga, no estado de São Paulo, fazendo o mesmo percurso do colonizador português Estácio de Sá em 1565.

Uma missa católica na igreja dos Capuchinhos, no bairro da Tijuca oficiada pelo arcebispo de Rio, cardeal Oraní Tempesta, foi celebrada em homenagem a de São Sebastião, padroeiro da cidade.

Os parabéns para o Rio de Janeiro foram dados por milhares de pessoas, antes do meio-dia, na Rua da Carioca, no centro da cidade, onde o gigantesco bolo recheado de doce de leite de 450 metros e oito toneladas foi dividido entre os presentes

Para a preparação do bolo, um grupo de 20 pessoas utilizou 2,5 toneladas de farinha de trigo, 1,5 tonelada de margarina, duas toneladas de açúcar, mil litros de leite, 50 quilos de fermento, mil litros de chantilly e 30 mil ovos.EFE

wgm/cd

(foto) (vídeo)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo