Entretenimento

"Ser Gay en Tiempos de Evo" chegará aos EUA em edição em inglês

24/02/2015 18h02

La Paz, 24 fev (EFE).- O livro "Ser Gay en Tiempos de Evo", que narra o difícil situação deste coletivo na Bolívia, será traduzido para o inglês este ano e promovido em uma viagem pelos Estados Unidos, informou à Agência Efe o jornalista Edson Hurtado, autor da obra.

"Being gay in times of Evo Morales" é o título escolhido para publicar o livro no mercado americano e, de acordo com o escritor, há previsão de apresentações em Nova York e Washington.

Quando escreveu o livro, Hurtado almejava resgatar a luta do movimento GLTB para sua inclusão em leis que garantissem seus direitos e penalizassem atos de discriminação, além de mostrar as diferentes realidades e assim conseguir uma sensibilização que promovesse a defesa dos direitos humanos e da diversidade sexual.

Em outros fatos, o livro relata a difícil situação dos GLBT na Bolívia com histórias dramáticas, de orgulho, reivindicação, esperança e violência.

"Encontrá-las e sistematizá-las foi um desafio que durou oito meses e, ao mesmo tempo, uma conquista importante, pois é o primeiro livro boliviano que trata o homossexualismo de uma maneira profunda e direta", disse Hurtado à Efe em 2011, quando o trabalho foi publicado pela primeira vez.

Hurtado garantiu que o conteúdo do livro não foi alterado em sua tradução ao inglês.

"Incluímos mais de 50 entrevistas para ajudar o leitor anglo-saxão a entender algumas situações políticas ou palavras próprias da Bolívia ou de idiomas originais", detalhou.

Sobre futuros projetos, o autor adiantou que quer publicar uma nova edição de "Indígenas homosexuales", seu livro mais recente.

"Viajei durante mais de seis meses pelo país, visitei mais de dez comunidades indígenas em diversos pontos do território, e encontrei histórias impactantes, dilaceradoras e alucinantes de irmãos e irmãs indígenas com diversas orientações sexuais e identidades de gênero, cujas histórias me chamaram muito a atenção", assinalou.

O escritor e jornalista também planeja realizar um documentário sobre a situação do coletivo GLTB na América Latina, algo que considerou "necessário e importante".

"Hoje, mais do que nunca, é preciso falar sobre o tema para continuar conquistando direitos e concretizar aspirações. A democracia é construída por todos", concluiu o escritor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo