Entretenimento

De bloco em bloco, brasileiros se divertem em carnaval sem descanso

15/02/2015 14h53

(Corrige terceiro e sexto parágrafo).

Rio de Janeiro, 15 fev (EFE).- Os desfiles dos blocos parecem não ter fim desde que a abertura do carnaval na última sexta-feira e a qualquer hora, inclusive na madrugada, os foliões dão início a uma nova festa, com centenas de pessoas se divertindo ao ritmo de músicas e muita cerveja.

Quando o barulho e a alegria dos foliões que desfilaram na madrugada do domingo ainda não tinham acabado, o bloco Cordão do Boitatá começou, por volta das 8h, a animar as cerca de 60 mil pessoas que se concentraram na Praça XV, no centro do Rio de Janeiro, para acompanhar um dos mais tradicionais blocos da cidade.

Duas horas e a poucos quilômetros de distância, no Aterro do Flamengo, o bloco Bangalafumenga, com cerca de 150 percussionistas, deu início a uma festa para 90 pessoas, embaladas por sucessos da MPB interpretados em ritmo de samba.

Para garantir que a festa se prolongue ininterruptamente durante os cinco dias do carnaval e animar cerca de 5 milhões de pessoas nas ruas do Rio de Janeiro, incluindo 900 mil turistas, está previsto para este ano o desfile de 450 blocos,

E os mais empolgados, com a programação na mão, pulam de bloco em bloco até que as forças se esgotem.

"Do Bangalafumenga seguiremos ao bloco Areia e, após o almoço, iremos ao Simpatia é quase amor. Terminaremos a noite no Maracangaia", disse a Agência Efe uma jovem carioca, fantasiada de noivas sobre a maratona que planejaram para não perder um só minuto da folia.

Alguns dos blocos atraem multidões, como fez no sábado o Cordão da Bola Preta, que levou mais de 1 milhão de pessoas pelas ruas do centro do Rio de Janeiro. Outros reúnem poucas centenas de pessoas, mas em nenhum deles falta animação.

O bloco mais esperado deste domingo é o Simpatia é quase amor, um dos mais tradicionais do Rio e que deve reunir cerca de 200 mil pessoas em Ipanema. Será o segundo desfile no ano do bloco, que já atraiu uma multidão na semana passada, no pré-carnaval.

Apesar de começar a se apresentar bem cedo, uma hora pouco comum para uma festa, o Cordão do Boitatá colocou todo mundo pra se mexer, também no centro do Rio, com músicos especialmente convidados como Teresa Cristina, Roberta Sá e Keziah Jones.

Mas o espetáculo também foi garantido pelo público, com fantasias criativas e bem humoradas, algumas lembrando os principais problemas do país, como a corrupção. Mas não faltaram também as mais tradicionais, como as de super-heróis, piratas, noivas e os milhares de homens vestidos de mulher.

Em Salvador, a festa também não parou, com dezenas de desfiles de trios elétricos, que percorrem as ruas da capital baiana em diferentes horários para garantir que a folia não seja interrompida em um só instante.

Em Recife, o bloco Galo da Madrugada reuniu também mais de um milhão de pessoas.

O momento mais esplendoroso do carnaval, no entanto, começa neste domingo, com os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, cada uma delas formada por mais de 4 mil pessoas. Todas as 72,5 mil para a Marquês de Sapucaí já estão esgotadas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo