Entretenimento

Morre a atriz egípcia Faten Hamama, ícone do cinema árabe

17/01/2015 19h27

Cairo, 17 jan (EFE).- A atriz egípcia Faten Hamama, ícone do cinema árabe, morreu neste sábado aos 83 anos de idade, informou a agência oficial "Mena".

Hamama foi internada há algumas semanas em um hospital do Cairo mas logo em seguida recebeu alta. No entanto, sua saúde voltou a apresentar complicações e ela for hospitalizada novamente.

A atriz foi um dos principais nomes do cinema do Egito da década de 50 até 70. Nascida em uma família de classe média baixa da cidade de Mansura, no delta do Nilo, Hamana estreou no cinema em 1939, com apenas sete anos.

A artista despondou para o sucesso em 1946, com o filme "Angel of Mercy", de Malak al Rahma. No começo da década de 50, época dourada do cinema egípcio, Hamama protagonizou alguns dos filmes mais conhecidos do país.

Hamana foi casada com o famoso ator egípcio Omar Sharif. Os dois fizeram diversos filmes juntos.

A atriz participou de algumas séries televisivas, até se aposentar EM 2000, quando foi escolhida "estrela do século" pela organização de escritores e críticos egípcios.EFE

mv/dk

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo