Entretenimento

Autor de cartum de Maomé vende caricatura em apoio a revista francesa

Reprodução/Twitter/Jyllands-Posten
Cartum do desenhista dinamarquês Kurt Westergaard, criado em 2009 e adaptado em apoio às vítimas do ataque à revista francesa "Charlie Hebdo" Imagem: Reprodução/Twitter/Jyllands-Posten

De Copenhague (Dinamarca)

09/01/2015 09h54Atualizada em 09/01/2015 21h13

O cartunista dinamarquês Kurt Westergaard, autor de uma famosa caricatura de Maomé com um turbante-bomba, readaptou um antigo desenho e colocou à venda em apoio à revista francesa "Charlie Hebdo", vítima de um atentado no qual morreram 12 pessoas.

O dinheiro arrecadado com a obra será doado à revista francesa, informou nesta sexta-feira (9) a galeria do artista.

A caricatura em questão, criada originalmente em 2009, representa um desenhista fazendo equilíbrio com um lápis na mão sobre uma corda pendurado no abismo e atado a um cartaz no qual é possível ler "livre expressão". Ao desenho foi acrescentada agora legenda "Je suis Charlie" (Eu sou Charlie), em referência à revista.

Westergaard, que vive sob proteção policial há anos, sobreviveu em 2010 a uma tentativa de atentado em sua casa em Viby, no oeste da Dinamarca.

Um somali residente na Dinamarca, depois condenado a dez anos de prisão, atacou a machadadas sua residência durante a noite, embora o artista tenha conseguido se refugiar no banheiro e chamar a polícia.

O desenhista de 79 anos foi um dos caricaturistas que participou da série de 12 vinhetas de Maomé publicadas pelo jornal conservador "Jyllands-Posten".

Essas caricaturas originaram, meses mais tarde, fortes protestos no mundo islâmico, com distúrbios em vários países e um boicote comercial aos produtos dinamarqueses.

"Charlie Hebdo" reproduziu então vários desenhos em apoio a "Jyllands-Posten", que nos últimos anos sofreu vários tentativas de atentado, todos abortados pela polícia dinamarquesa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo