Entretenimento

Desinformação, calúnia e difamação são "pecados" da imprensa, segundo o papa

15/12/2014 13h13

Roma, 15 dez (EFE).- O papa Francisco afirmou nesta segunda-feira que a desinformação, a calúnia e a difamação são os "pecados" da imprensa, em uma audiência com funcionários da rede de televisão italiana "TV 2000".

O pontífice pediu aos jornalistas para que evitem cometer esses erros em seu trabalho, entre os quais também incluiu o "alarmismo catastrófico" e a "falta de sensibilidade", duas tendências que disse "continuamente serem vistas" na imprensa e que "não oferecem um bom serviço às pessoas".

O papa explicou que a desinformação, que disse consistir em contar apenas a metade das informações, "não leva a poder fazer um julgamento preciso da realidade".

Além disso, Francisco argumentou que "uma comunicação autêntica não se preocupa em culpar", mas também "abrir e não fechar" e "estar disposta não somente a dar, mas também a receber".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo