Entretenimento

Arte abstrata de Kandinsky chega pela primeira vez ao Brasil

Divulgação
Obra "No Branco", de Vassily Kandinsky Imagem: Divulgação

De Brasília

12/11/2014 13h55

Brasília recebe a partir desta quarta-feira (12) uma exposição de obras do artista russo Vassily Kandinsky, considerado por muitos como o pai do abstracionismo, que que abrange desde sua experiência com a cultura siberiana até sua imersão lírica na escola alemã.

Com direito a uma sala de imersão sensorial interativa, a mostra "Kandinsky: Tudo Começa Num Ponto", é composta por 130 obras do artista russo, que no século 19 trocou sua paixão pelo direito quando conheceu o trabalho de Claude Monet e outros impressionistas.

Kandinsky (1866-1944) nasceu em Moscou, mas sua família era da Sibéria, região que percorreu durante a juventude e serviu de inspiração para suas primeiras obras. O artista recusou uma vaga de professor na Universidade de Tartu, na Estônia, para se dedicar totalmente à arte.

"Normalmente, as exposições de Kandinsky se limitam à sua fase abstrata, mas mostram pouco sobre seus trabalhos anteriores", disse a curadora Evgenia Petrova.

Petrova se referiu à imersão do artista na cultura siberiana, que na exposição foi ilustrada com fotografias antigas e diversos objetos elaborados por artesãos do século 19, que incluem obras e escritos de xamãs russos.

A viagem pela obra de Kandisnky continua com sua maior façanha, suas primeiras experiências com o abstrato e a descrição de cores que começou a explorar na Rússia. A plenitude foi alcançada na Alemanha, onde buscou oxigênio frente às limitações impostas pela revolução bolchevique.

A primeira fase abstrata é representada em Brasília por algumas telas emblemáticas, como "Improvisação nº 11", de 1910, e "Em branco", de 1920.

As obras expostas em Brasília pertencem ao Museu Estatal Russo de São Petersburgo e a outras sete instituições russas, assim como a coleções de museus de Alemanha, Áustria, Inglaterra e França.

O valor das peças expostas exigiu dos organizadores a contratação de um seguro por R$ 350 milhões.

Esta é primeira exposição totalmente dedicada a Kandinsky na América Latina e estará aberta até 12 de janeiro, quando será levada ao Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro. Em abril, será exposta em Belo Horizonte e em junho chegará a São Paulo, onde permanecerá até novembro de 2015.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo