Topo

Livros e HQs

França é o país que mais recebeu prêmios Nobel de Literatura

Jacques Sassier/Divulgação
O escritor francês Patrick Modiano, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2014 Imagem: Jacques Sassier/Divulgação

Da EFE, em Paris

09/10/2014 11h32

O escritor Patrick Modiano se tornou nesta quinta-feira (9) o 15º francês a ganhar o Nobel de Literatura, o que reforça a posição de seu país como o que mais vezes ganhou esse prêmio, à frente de Estados Unidos (11) e Reino Unido (dez).

O poeta Sully Prudhomme foi o primeiro francês a receber o cobiçado prêmio, em 1901, e abriu uma relação na qual também se destacam nomes como os de Albert Camus e Jean-Paul Sartre.

Frédéric Mistral (1904), Romain Rolland (1915), Anatole France (1921) e Henri Bergson (1927) vieram a seguir. Em 1937, depois de um hiato de dez anos, foi a vez de Roger Martin du Gard, autor de "Thibault".

A França teve que esperar outra década para festejar um Nobel de Literatura, com André Gide. Em 1952, o ganhador foi François Mauriac, e, cinco anos mais tarde, Camus foi o vencedor.

O poeta, diplomata, filósofo e historiador Saint-John Perse foi premiado três anos depois, e em 1964 a Academia sueca escolheu Sartre. A década de 70 foi a única que não teve nenhum Nobel de Literatura originário da França. O jejum foi quebrado em 1985 por Claude Simon.

O francês de origem chinesa Gao Xingjian, radicado em Paris desde 1988, foi o vencedor em 2000, e Jean-Marie Gustave Le Clézio ganhou o prêmio em 2008.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Livros e HQs