PUBLICIDADE
Topo

"Mercosul cultural" debate diversas identidades no grupo em Buenos Aires

06/10/2014 18h19

Buenos Aires, 6 out (EFE).- Representantes de sete países do Mercosul debatem nesta segunda e terça-feira em Buenos Aires sobre a diversidade cultural no bloco sul-americano.

A segunda reunião da Comissão de Diversidade do Mercosul Cultural reúne representantes de organismos de Cultura de Brasil, Colômbia, Venezuela, Paraguai, Uruguai, Equador e Argentina.

"A cultura é o campo da discussão da soberania nacional e da integração regional. Neste sentido, este espaço é importante porque representa a continuidade institucional de algo que vem se sucedendo de forma histórica: a integração cultural dos países do Mercosul", disse o secretário de Gestão Cultural da Argentina, Sebastián Schonfeld.

Na abertura do encontro, Schonfeld destacou que "neste momento internacional complicado, é necessário continuar trabalhando para consolidar este bloco".

O subsecretário argentino de Promoção de Direitos Culturais e Participação Popular, Emiliano Gareca, definiu a cultura como "um elo fundamental nos processos de integração latino-americana".

"As identidades culturais não necessitam do Estado para existir, mas são necessárias para iluminar como um farol esses aspectos que o mercado exclui e torna invisível. As diferentes culturas que existem em nossos países devem ser colocadas em relevo", sustentou Gareca.

A agenda de trabalho das duas jornadas inclui o debate de "temas relevantes para desenvolver políticas públicas relativas à diversidade cultural", informou o Ministério de Cultura argentino em comunicado.