Livros e HQs

Editores descobrem 30 contos e poemas inéditos escritos por Truman Capote

Da EFE, em Berlim

06/10/2014 16h06

O jornal semanário alemão "Die Zeit" anunciou nesta segunda-feira (6) a descoberta de 30 contos e poemas inéditos escritos na adolescência pelo norte-americano Truman Capote. Os textos começarão a ser publicados na próxima quinta-feira.

Segundo explica o "Die Zeit" em comunicado, o diretor da editora alemã Kein & Aber, Peter Haag, e a editora da obra de Truman Capote, Anuschka Roshani, são os responsáveis pelo achado.

Trata-se de cerca de 20 contos e uma dúzia de poemas que Truman Capote escreveu quando estudava no ensino médio, entre 1935 e 1943. Uma primeira seleção destes textos será publicada pela primeira vez nesta quinta-feira na revista do semanário, "ZEITmagazine".

Segundo o jornal, nesses contos, que se situam frequentemente à margem das experiências frequentes de um adolescente, Capote já se mostra como "um grande estilista". 

No dia 9 de outubro, a revista publicará quatro deles. Em 2015, os contos serão publicados em livro em inglês pela editora Random House, de Nova York, e em alemão pela Kein & Aber. 

Vida e obra

Considerado um dos melhores escritores e pensadores dos Estados Unidos na segunda metade do século 20, junto a Gore Vidal e Norman Mailer, Capote saltou à fama em 1948 com seu primeiro romance, "Outras Vozes, Outros Âmbitos", no qual trata abertamente do tema homossexualidade.

No entanto, o seu romance mais celebrado é "A Sangue Frio" (1966), graças à criação do termo romance de não ficção e do qual foi realizada, em 1967, uma adaptação para o cinema pelo diretor Richard Brooks. Em 2005, o escritor ganhou vida novamente na interpretação de Philip Seymour Hoffman, que ganhou um Oscar de melhor ator pelo papel em "Capote".

O brilhante e polêmico escritor que disse "sou alcoólico, sou drogado, sou homossexual e sou um gênio", levou uma vida regada por álcool e pelas drogas, o que não impediu de revolucionar o conceito do jornalismo e de contar os fatos noticiosos.

Sua dependência cada vez maior de psicofármacos, combinados com o álcool, deterioraram sua saúde e suas relações com muitos de seus amigos, até morrer em 1984, em Los Angeles, vítima de um câncer de fígado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Da Redação
Página Cinco
EFE
do UOL
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Da Redação
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
UOL Jogos
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
Página Cinco
Página Cinco
UOL Jogos
Da Redação
do UOL
Página Cinco
UOL Entretenimento - Imagens
Página Cinco
EFE
Página Cinco
Blog do Barcinski
Página Cinco
UOL Jogos
Página Cinco
do UOL
Página Cinco
do UOL
Da Redação
Página Cinco
AFP
do UOL
Página Cinco
Da Redação
EFE
Página Cinco
Da Redação
Blog do Barcinski
Página Cinco
Reuters
Da Redação
BBC
Página Cinco
Topo