Entretenimento

Crítico e romancista Silviano Santiago ganha prêmio José Donoso no Chile

Danilo Verpa/Folhapress
31.jul.2014 - O escritor Silviano Santiago fala sobre contracultura, drogas, Aids, amor gay na mesa Porque Era Ele, Porque Era Eu, durante a Festa Literária Internacional de Paraty Imagem: Danilo Verpa/Folhapress

03/09/2014 18h46

O escritor brasileiro Silviano Santiago foi anunciado nesta quarta-feira (3) como ganhador do Prêmio Ibero-americano de Letras José Donoso 2014, da Universidade de Talca, no Chile, por sua "extensa obra ensaísta e romancista".

Santiago foi selecionado por "unanimidade" pelos seis membros do júri, formado por Raquel Olea (escritora chilena), Celina Manzoni (Universidade de Buenos Aires), Andrea Pagni (Universidade de Erlangen-Nürnberg), Fernando Iwasaki (escritor peruano), Jorge Wolf (Universidade Federal de Santa Catarina) e Javier Pinedo (Universidad De Talca).

O júri destacou, em relação a Santiago, sua "longa trajetória como ensaísta e narrador baseada em fontes tradicionais, o que deu lugar a um pensamento original e único sobre a América Latina".

Nascido em Formiga (MG) em 1936, o romancista, ensaísta, crítico e poeta é autor de "O entre-lugar do discurso latino-americano", "O cosmopolitismo do pobre" e "As raízes e o labirinto da América Latina".

"É um nome muito importante no ensaio brasileiro, sua ficção integra grandes aspectos de seu pensamento, consegue levar a crítica cultural ao leitor", afirmou Andrea Pagni.

De acordo com o júri, Santiago, um dos críticos culturais mais originais da América Latina, é uma referência ineludível neste campo, e no entanto ainda é pouco conhecido nos países de língua espanhola.

Sobre isso, o júri lembrou que "é um fenômeno muito comum na América Latina o sigilo artístico, já que as culturas nacionais são fechadas, e as políticas editoriais não ajudam a distribuir melhor a cultura".

"Existem novos vínculos entre nossos países, mas sempre tendemos a esquecer o nexo cultural, falta literatura brasileira aqui, tomara que este prêmio também sirva para criar maiores laços literários com o Brasil" lembrou Raquel Olea.

Os romances "Em libertade", "Stella Manhattan" e "Viagem ao México" também são uma destacada referência do autor, que transita em cada página entre a ficção, o ensaio, a biografia e a crítica.

O cosmopolitismo do pobre, expressão cunhada por Silviano Santiago, evidencia a encruzilhada que a sociedade latina enfrenta diante da nova situação global, reflexões próprias que lhe valeram o Prêmio José Donoso 2014.

A entrega do prêmio será realizada durante a Feira Internacional do Livro de Santiago, realizada no final de outubro e no começo de novembro.

Os últimos ganhadores deste prêmio foram o mexicano Jorge Volpi (2009), a chilena Diamela Eltit (2010), o nicaraguense Sergio Ramírez (2011), o mexicano Juan Villoro (2012) e o chileno Pedro Lemebel (2013).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo