Topo

Entretenimento

China pede que seus jornalistas pratiquem os "valores socialistas"

30/08/2014 12h34

Pequim, 30 ago (EFE).- Os jornalistas chineses deverão praticar "valores socialistas" em seu trabalho, segundo as novas diretrizes apresentadas neste sábado pela Associação de Jornalistas da China.

"Devemos promover o significado dos valores fundamentais socialistas e informar sobre os últimos progressos neste sentido", afirma a proposta, cujos alguns pedaços foram divulgados neste sábado pela agência estatal "Xinhua".

Os valores que devem promover os jornalistas incluem os objetivos nacionais de prosperidade, democracia, civilidade e harmonia.

As diretrizes da Associação de Jornalistas pedem aos informadores que "resistam às vozes negativas, apoiem os princípios de autenticidade e rejeitem as notícias falsas", acrescenta "Xinhua".

Estas diretrizes são anunciadas menos de duas semanas depois que o presidente da China, Xi Jinping, assegurou que o país vai iniciar "vários tipos novos de meios de comunicação fortes, influentes e críveis".

Além disso, em meados de agosto a Administração Estatal de Imprensa, Rádio, Cinema e Televisão, organismo encarregado da censura na China, ordenou que os canais de televisão nacionais que emitam séries de conteúdo "patriótico" e "antifascista" em horário de máxima audiência durante setembro e outubro.

Esses meses estão ligados às celebrações pelo Dia Nacional da China (1 de outubro), uma festividade de sete dias de duração na qual lembra a fundação da República Popular.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento