Entretenimento

Filmes latinos estreiam no Festival de Cinema de San Sebastián

20/08/2014 14h42

San Sebastián (Espanha), 20 ago (EFE).- Argentina, com dois filmes, e Brasil, Chile, Guatemala e Peru, com um cada, serão os países representados na seção Cinema em Construção do Festival Internacional de Cinema de San Sebastián, sendo que dois deles passaram em 2012 pelo I Fórum de Coprodução Europa-América Latina desse festival.

"Mi Amiga del Parque", o relato de mães e de amizades, da argentina Ana Katz, nasce desse fórum que o festival criou para impulsionar projetos audiovisuais, um complemento ao 'Cinema em Construção', destinado a filmes latino-americanos com dificuldades para enfrentar a pós-produção.

Da mesma safra, que o festival organiza junto ao francês Festival de Cinema Latino-Americano de Toulouse, há o brasileiro "O Homem que Matou a Minha Amada Morta", de Aly Muritiba, com Mayana Neiva, um filme no qual um homem tenta restituir o bom nome de sua mulher morta.

Esta edição de 'Cinema em Construção', a número 26, será realizada nos dias 22, 23 e 24 de setembro, mesma data do III Fórum de Coprodução Europa-América Latina. Esse ano, ele terá "Ixcanul", do o guatemalteco Jayro Bustamante, a história sobre uma jovem indígena que enfrenta um casamento arranjado coproduzido pela Guatemala e França.

Outra coprodução, esta vez do Peru, Argentina e Colômbia, é "Magallanes", do peruano Salvador del Solar, sobre um inesperado reencontro entre um antigo soldado do exército peruano e uma mulher.

O segundo filme argentino, que também produzido pela Espanha, é "Paula", obra-prima de Eugenio Canevari, que em 2013 exibiu no 'Encontro Internacional de Estudantes de Cinema' do San Sebastián seu curta "Gorila Baila" e que agora apresenta um longa-metragem sobre uma gravidez não desejada.

Fecha a lista Sergio Castro que estará no 'Cinema em Construção' com "La mujer de barro", um filme do Chile coproduzido pela Argentina, sobre uma mulher que passa por diferentes trabalhos na temporada da uva em um micro-ônibus.

Para esta edição concorreram trabalhos produzidos por 25 países, entre eles, além dos latino-americanos, produções de Estados Unidos, França, Hong-Kong, Países Baixos, Portugal, Reino Unido e Suíça.

Nesta seção será feita a entrega do 'Prêmio da Indústria Cinema em Construção', no valor de até 200 mil euros, informou nesta quarta-feira o Festival em comunicado.

ab/cdr

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo