Entretenimento

Tribunal determina que Peaches Geldof morreu por overdose de heroína

23/07/2014 12h57

Londres, 23 jul (EFE).- O tribunal legista encarregado de investigar a morte de Peaches Geldof, filha do popular cantor irlandês Bob Geldof, em 7 de abril, concluiu nesta quarta-feira que a jovem foi vítima de uma overdose de heroína.

Após examinar as provas, o juiz Roger Hatch, do condado inglês de Kent, declarou que a morte da apresentadora de 25 anos "está relacionada às drogas", mais precisamente à heroína.

"Por razões que nunca saberemos, antes de sua morte tinha voltado a consumir (a droga), com as fatais consequências", disse o juiz. Peaches, que estava em tratamento com metadona, tinha conseguido deixar a heroína em novembro de 2013.

Durante a sessão de hoje perante o tribunal, o músico Thomas Cohen, marido de Peaches, testemunhou e revelou que sua esposa tratou a dependência de heroína durante dois anos e meio com metadona, mas teve uma recaída em fevereiro.

Peaches Geldof morreu em casa, em Wrotham, Kent (Inglaterra). Cohen, que tinha passado o fim de semana fora com os dois filhos pequenos do casal, encontrou o corpo na cama.

Durante o fim de semana em que o fato ocorreu, o casal se falou várias vezes por telefone e, em todas as ocasiões, segundo o marido, ela pareceu estar bem. Na segunda-feira, 7 de abril, a modelo deixou de responder às chamadas, o que preocupou o marido, que então voltou para casa e encontrou o corpo.

As provas de toxicologia determinaram que a jovem tinha heroína no metabolismo quando morreu, enquanto a polícia achou material para consumir a droga quando lacrou a residência após a morte. O inspetor Paul Fotheringham detalhou hoje que encontrou na casa "heroína de importação de grande qualidade", com pureza de 61%, assim como dezenas de seringas, algodão, toalhas com álcool, uma colher queimada debaixo da cama e várias meias com nós.

Peaches Geldof era filha de Bob Geldof, líder da banda "The Boomtown Rats" e muito conhecido por suas campanhas de ativismo contra a pobreza na África. Sua mãe, a apresentadora de TV Paula Yates, morreu em setembro de 2000 também por overdose.

O funeral de Peaches Geldof, famosa no Reino Unido por sua vida desenfreada aconteceu em 21 de abril, com a presença de Kate Moss e do ex-Rolling Stone Bill Wyman, entre outros famosos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo