Entretenimento

Sotheby's e eBay fecham parceria para leilões serem ofertados online

Anthony Wallace/AFP
Leilão na filia da Sotheby's de Hong Kong Imagem: Anthony Wallace/AFP

De Nova York (EUA)

14/07/2014 13h40Atualizada em 14/07/2014 14h29

O eBay e a Sotheby's anunciaram nesta segunda-feira (14) um acordo para levar os leilões de obras de arte, antiguidades e outros objetos exclusivos da prestigiada casa de leilões ao grande público na internet.

O eBay iniciará em breve uma nova plataforma online onde serão transmitidos ao vivo alguns dos leilões que são realizados na sede da Sotheby's em Nova York, na qual os internautas poderão dar lances em tempo real de qualquer lugar do mundo.

Mais adiante se estudará a possibilidade de acrescentar as vendas de outros escritórios da casa de leilões como Paris, Londres e Hong Kong.

Os leilões noturnos, habitualmente reservados aos lotes de arte mais valiosos, ficarão de fora do acordo e as duas empresas devem centrar a aposta digital em segmentos como joalheria e relojoaria, gravuras, fotografias, vinhos e designs do século 20.

A aliança dará a Sotheby's acesso aos 145 milhões de pessoas que utilizam de forma ativa os serviços do eBay e melhorará a presença na internet de uma empresa que às vezes é acusada de ficar presa ao passado.

Inclusive um dos proprietários da companhia, o investidor Daniel S. Loeb, criticou publicamente este ano as práticas da casa, fundada em Londres em 1744, que considerou antiquadas.

Para a Sotheby's, que já havia realizado uma pequena parceria com eBay em 2002, o mercado digital está agora realmente pronto para uma aposta deste tipo.

"O crescimento do mercado de arte, as tecnologias de nova geração Y, nossas forças compartilhadas fazem deste o momento adequado para esta oportunidade online", explicou o chefe de operações da empresa, Bruno Vinciguerra.

Segundo a Sotheby's, o principal objetivo do acordo é "tornar as vendas mais acessíveis ao público mais amplo possível no mundo todo".

Para eBay, o pacto oferece a possibilidade de expandir seu mercado de leilões ao vivo e de se aliar a "um dos nomes mais respeitados do mundo".

"Ao combinar seu inventário com a plataforma tecnológica e o alcance global do eBay, podemos dar acesso aos melhores e mais inspiradores objetos em qualquer momento, desde qualquer lugar e com qualquer dispositivo", destacou o presidente de marketplaces do eBay, Devin Wenig.

Segundo as empresas, o mercado mundial da arte movimenta anualmente US$ 65 bilhões, mas as vendas na internet estão muito abaixo das de outros setores de luxo.

O cálculo das duas empresas é que para 2020 o mercado da arte através da rede poderia alcançar os US$ 13bilhões.

Ano passado as propostas através da internet só representaram 17% do total para a Sotheby's, percentual pequeno, mas ainda assim 36% maior do que no ano anterior.

A peça mais cara vendida através da rede pela empresa nova-iorquina alcançou os US$ 3,5 milhões, mas a maioria dos lotes ficaram entre os US$ 5 mil e os US$ 100 mil.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo