Entretenimento

Manuscritos e desenhos de John Lennon serão leiloados por até US$ 70 mil

EFE
Reprodução do desenho de John Lennon, que estará em leilão pela Sotheby's Imagem: EFE

Da EFE, em Nova York

27/05/2014 18h03

A maior coleção privada de John Lennon, entre a qual estão incluídos autógrafos e manuscritos que fez para seus livros, será leiloada em 4 de junho em Nova York, anunciou nesta terça-feira (27) a casa Sotheby's. Com 89 lotes que têm um valor estimado de entre US$ 500 e US$ 70 mil, este leilão, sob o nome de "You Might Well Arsk", conhecerá as habilidades artísticas e literárias menos conhecidas do artista.

Todos os objetos à venda provêm da coleção privada de Tom Maschler, editor que trabalhou com Lennon em dois de seus livros nos anos 60, "In His Own Write" e "A Spaniard in the Works". Assim, na coleção à venda estão incluídos desenhos satíricos, rabiscos, histórias curtas, poemas e desenhos que na maioria dos casos foram produzidos para a publicação de seus livros.

O objeto mais destacado é um manuscrito de nove páginas com correções e escritura em tinta azul e preta que Lennon escreveu em 1965: "The Singularge Experience of Miss Anne Duffield". Este manuscrito, que Lennon disse que era a peça em prosa mais longa que escreveu em sua vida, é a que tem um valor estimado mais alto na coleção e espera-se que seja vendida por um preço entre US$ 40 mil e US$ 60 mil.

Também será leiloado um desenho dos anos 60 no qual aparece um guitarrista com quatro olhos e que tem um valor aproximado de entre US$ 15 mil e US$ 25 mil. Entre as relíquias com um preço menor, de cerca de US$ 500, se encontram algumas maquetes e materiais que foram utilizados para o desenho dos livros do músico.

John Lennon começou muito jovem com sua vocação artística, já que durante seus anos de escola primária criou uma revista feita à mão, "The Daily Howl". Além disso, foram publicados alguns artigos para uma revista musical local quando os "The Beatles" conheceram pela primeira vez o êxito em Liverpool. 

EFE
Reprodução do desenho de John Lennon, que estará em leilão pela Sotheby's Imagem: EFE

Maschler, o até agora dono da coleção, se reuniu com Lennon com o propósito que compilar todas estas peças em um livro. Depois que os livros foram publicados, o cantor o presenteou com as obras como agradecimento.

Este leilão se produz em um momento-chave, já que neste ano é o 50° aniversário da primeira aparição pública ao vivo dos Beatles nos Estados Unidos. A coleção já foi exibida em março na cidade de Austin (Texas), e em Londres, Reino Unido.

A apresentação na cidade de Nova York começa na próxima quinta-feira e o terminará com o leilão no dia 4 de junho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo