Entretenimento

Morre aos 36 anos Malik Bendjelloul, diretor de "Searching for Sugar Man"

13/05/2014 21h43

Los Angeles (EUA), 13 mai (EFE).- O sueco Malik Bendjelloul, diretor de "Searching for Sugar Man", ganhador do Oscar de melhor documentário em 2013, morreu nesta terça-feira aos 36 anos em Estocolmo, uma morte que confirmou e lamentou a distribuidora Sony Pictures Classics.

"Estamos muito tristes por saber da morte de Malik", disseram Michael Barker e Tom Bernard, presidentes da distribuidora Sony Pictures Classics, no comunicado enviado à Agência Efe.

"Nossos corações estão com sua família e seus amigos", acrescentaram.

Por enquanto, a causa da morte ainda é desconhecida, mas a polícia descartou, em princípio, que se trate de um crime, conforme informa a imprensa americana.

"Searching for Sugar Man" conta a história do músico Sixto Rodriguez, famoso nos anos 70 e que desapareceu entre notícias de suicídio depois que seu primeiro álbum não resultou o esperava.

Sua música, no entanto, se tornou sensação na África do Sul, onde dois de seus admiradores decidiram, anos depois, investigar quem foi esse homem, uma viagem pelas marcas de seu ídolo que os levou a descobrir o ocorrido com o músico.

"Conhecemos Malik pela primeira vez no Festival de Cinema de Sundance com 'Searching for Sugar Man'. Da mesma forma que Sixto Rodriguez, Malik era um tipo genuíno que percorria o mundo em busca de histórias para contar. Não buscava fama, fortuna nem prêmios, embora esses reconhecimentos tenham chegado quando muitos perceberam sua narrativa", manifestaram Barker e Bernard.

A primeira vez em que Bendjelloul ouviu falar de Sixto Rodriguez, o protagonista da história, foi quando estava na África depois de abandonar seu trabalho na TV sueca. Pedindo carona, lhe parou um homem chamado Stephen "Sugar" Segerman em homenagem a essa estrela que, supostamente, tinha se suicidado em plena atuação.

"Acho que era a melhor história que ouvi na minha vida. Era como um conto de fadas", explicou o cineasta à Efe em fevereiro de 2013.

"Também era uma história de detetives, a busca de uma obra prima escondida, um thriller político ou 'Cinderela', pois é, de alguma forma, a ressurreição do homem. Um homem, acima de tudo, muito especial", acrescentou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo