Entretenimento

Cannes homenageará Sophia Loren, Capra e Renoir na mostra de clássicos

30/04/2014 15h23

Paris, 30 abr (EFE).- A 67ª edição do Festival de Cannes, que acontece de 14 a 25 de maio, reviverá em sua sessão de clássicos filmes de Frank Capra, Jean Renoir e Alfred Hitchcock, e terá como convidada de honra a atriz italiana Sophia Loren.

Vinte e dois longas-metragens e dois documentários integram o "Cannes Classics" deste ano, quando também é comemorado o 30º aniversário de "Paris, Texas", de Wim Wenders, e poderão ser vistas cópias restauradas de filmes de Sergio Leone, Roberto Rossellini e François Truffaut.

Prêmio de melhor atriz em 1961 por "Duas Mulheres" e presidente do júri em 1966, Loren acompanhará a projeção do curta "La voce umana", com a qual Edoardo Ponti retorna ao cinema, e oferecerá ao longo do certame uma classe magistral.

Para celebrar os 30 anos de "Paris, Texas", Wenders, que compete ainda na mostra paralela "Um Certo Olhar" com "O Sal da Terra", chega à Croisette com uma cópia restaurada do filme, Palma de Ouro em 1984.

Pela primeira vez, segundo os organizadores, não será exibida nenhuma cópia de 35 milímetros nessa seção, que permite refletir o trabalho de valorização de obras de arte cinematográficas realizado por produtoras, cinematecas, arquivos nacionais ou donos dos direitos.

Para celebrar o nascimento em 1964 do western italiano, será exibida uma cópia em tecnologia 4K de "Por um punhado de dólares", de Sergio Leone, e, para comemorar o 30º aniversário da morte de Truffaut se divulgará também em 4K "O Último Metrô".

De Hitchcock foi selecionado "A estalagem maldita", de Capra, a restaurado "Horizonte perdido", e de Jean Renoir, "A cadela".

E, como já é costume desde 2011, dentro do batizado como "Projeto Rossellini" será projetado seu filme "O medo", que sucede às apresentações em anos anteriores de "La macchina ammazzacattivi" e "Viaggio in Italia".

Além disso, em homenagem a Marcello Mastroianni, será projetado na abertura desta seção o filme "8 e meio", do italiano Federico Fellini, na qual Cannes se inspirou para realizar seu cartaz deste ano.

Os dois documentários escolhidos são "Life itself", de Steve James, que percorre a vida e trajetória do crítico de cinema americano Roger Ebert, e "The Go-Go Boys: The Inside Story of Cannon Films", sobre a história da Cannon Films e dos produtores Menachem Golan e Yoram Globus, que estarão presentes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo