Entretenimento

Mostra reúne 26 esculturas de Dalí da Coleção Clot em Brasília

13/04/2014 19h30

Brasília, 13 abr (EFE).- Uma mostra com 26 esculturas do artista espanhol Salvador Dalí pertencentes à coleção de seu amigo e galerista Isidro Clot será aberta na próxima terça-feira em Brasília e estará à disposição do público na capital brasileira até o dia 15 de junho, informaram neste domingo seus organizadores.

A mostra com as 26 esculturas em bronze, inédita no Brasil, inclui desde pequenas peças até três obras de grandes dimensões, com até três metros de altura, segundo a Caixa Cultural de Brasília.

As obras, que Dalí modelou em cera entre 1970 e 1981, fazem parte das 44 esculturas pertencentes à chamada Coleção Clot, o galerista amigo do gênio espanhol que as fundiu em bronze e as adquiriu diretamente.

As peças exibidas gratuitamente em Brasília foram escolhidas por Francisco Lara Mora, curador artístico da exposição e para quem a mostra oferece aos brasileiros a rara oportunidade de conhecer o Dalí escultor e não só o pintor surrealista.

"O panorama criado pelas esculturas selecionadas para esta exposição nos permite perceber como este artista único e controvertido, prolífico e visionário foi capaz de gerar uma arte perturbadora que atrai os espectadores", afirma Mora nos folhetos de apresentação da exposição.

Para o curador, a mostra permite ao espectador ter acesso a "uma arte que explora e expande os limites da consciência e da experiência sensorial cognitiva em imagens inspiradas na história, na iconografia religiosa, na mitologia clássica e, por que não, no fértil universo daliniano".

Entre as obras escolhidas figuram algumas inspiradas na mitologia clássica, como "Ícaro", "Mercurio" e "Apolo", e na iconografia cristã, como "Cristo de San Juan de la Cruz", "San Sebastián", "San Jorge" e "San Juan Bautista".

Também há esculturas inspiradas em temas característicos da obra de Dalí, como "Don Quixote" e "Gala", e outras típicas do surrealismo, como "Tripas e Cabeza" e "Elefante Cósmico".

"Apesar de dedicar a maior parte de seu tempo à pintura, Dalí fez de três a quatro esculturas por ano. Era como um complemento, um prazer para ele fazer coisas diferentes. E é bom divulgar o que é menos conhecido do artista", segundo Mora.

O curador acrescentou que as obras da Coleção Clot são de uma elevada qualidade porque foram realizadas na década de 1970, no período de maturidade artística de Dalí.

Após sua etapa em Brasília, a mostra será exposta em agosto na cidade de Fortaleza e em janeiro de 2015 no Recife.

A exposição das esculturas em Brasília coincidirá com "Salvador Dalí", a mais completa exposição do gênio espanhol até agora organizada no Brasil e que exibirá no Rio de Janeiro 150 peças do máximo representante do surrealismo, entre pinturas, gravuras e fotografias, entre 29 de maio e 22 de setembro.

As obras incluídas na mostra do Rio de Janeiro procedem das três instituições proprietárias das maiores e mais importantes coleções de obras do pintor, escultor, gravador e escritor espanhol: a Fundação Gala-Salvador Dalí (Figueras, Espanha); o Museu Salvador Dalí (Flórida, EUA) e o Museu Rainha Sofía (Madri, Espanha).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo