Entretenimento

Filme "Noé" é proibido na Indonésia por motivos religiosos

25/03/2014 08h24

Jacarta, 25 mar (EFE).- As autoridades da Indonésia, um país de maioria muçulmana, proibiram a projeção do filme "Noé", do diretor Darren Aronofsky, por questões religiosas, informou nesta terça-feira a imprensa local.

De acordo com a Junta de Censura Cinematográfica do país, a proibição está relacionada a uma representação imprópria do profeta muçulmano, a qual vai contra as doutrinas e valores islâmicos.

O diretor indonésio Joko Anwar explicou ao jornal local "Jakarta Globe" que esta medida costuma ser aplicada para "evitar agitações e protestos por parte de grupos extremistas"

O longa-metragem, que traz Jennifer Connelly, Anthony Hopkins e Russell Crowe no elenco, também foi proibido nos Emirados Árabes Unidos, Catar e Bahrein.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo