Topo

Entretenimento

Presidente da Turquia utiliza Twitter após bloqueio da rede social no país

21/03/2014 08h11

Istambul, 21 mar (EFE).- O presidente da Turquia, Abdullah Gul, condenou o bloqueio do Twitter, que começou a valer a partir da meia-noite passada no país, e enviou uma série de mensagens pela própria rede social comentando a situação.

"Não estou de acordo com o fechamento total das plataformas sociais", disse em uma das mensagens.

"Além disso, já se evidenciou várias vezes que tecnicamente nem sequer é possível fechar completamente plataformas como o Twitter, que são empregadas no mundo todo", acrescentou em uma clara demonstração que de fato o bloqueio não afetava o seu próprio computador.

"Espero que esta situação não dure", concluiu o presidente turco, que está cada vez se afastando mais de seu velho aliado, o primeiro-ministro turco, o islamita Recep Tayyip Erdogan.

Já o vice-primeiro-ministro, Bulent Arinç, pareceu não ter se dado conta do fechamento da rede social, e enviou uma breve mensagem pelo Twitter, na qual anunciava sua agenda do dia. Além disso, outras autoridades locais também utilizaram a rede social.

A promotoria turca desmentiu seu envolvimento no polêmico fechamento de Twitter. "Nós não tomamos esta decisão. É uma decisão administrativa", afirmou o promotor-chefe de Istambul, Hadi Salihoglu, ao jornal "Radikal".

A declaração contradiz a informação disponível no site da Autoridade de Telecomunicações turca, que atribui o fechamento a uma decisão da promotoria de Istambul.

A União de Colégios de Advogados da Turquia anunciou que estava recorrendo do bloqueio na justiça e que considerava a decisão "contrária ao direito".

Uma grande parte dos internautas da Turquia, país que ocupa o 11º lugar do mundo na utilização do Twitter, evitam o bloqueio por meio de ferramentas digitais de anonimato, e a atividade na rede social durante a madrugada foi inclusive mais alta que em dias normais, asseguram alguns usuários.

O primeiro-ministro turco prometeu ontem "arrancar pela raiz" o Twitter, em discurso eleitoral realizado na cidade de Bursa, que paradoxalmente teve partidas transmitidas ao vivo de sua conta na rede social, que tem 4,1 milhões de seguidores.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento