Entretenimento

EUA anunciam disposição de compartilhar papel como regulador da internet

15/03/2014 03h06

Washington, 14 mar (EFE).- O Departamento de Comércio dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira em comunicado que está disposto a renunciar ao controle que exerce sobre a atribuição dos domínios na Internet para deixar o espaço para um sistema de gestão global.

Os responsáveis de Comércio americanos consultarão "as partes envolvidas" no mundo todo para estudar a transição para um modelo no qual os Estados Unidos deixem de ter o controle sobre o Icann, a entidade da internet responsável pela atribuição de nomes e números e encarregada de cuidar dos domínios, uma organização sem fins lucrativos com sede na Califórnia.

Essa decisão dos Estados Unidos acontece em meio às pressões internacionais, sobretudo por parte da União Europeia, para que o país deixe de ter o papel dominante na regulamentação dos domínios da internet.

As reivindicações internacionais aumentaram no ano passado depois das revelações de Edward Snowden sobre as polêmicas práticas de espionagem da Agência de Segurança Nacional (NSA, sigla em inglês) dos EUA.

A mudança proposta nesta sexta-feira pelos Estados Unidos colocaria fim aos anos de contrato entre o Departamento de Comércio e o Icann, que a princípio expira no ano que vem, mas que pode ser renovado se a transição para o novo modelo não for concluída.

"Agora temos as condições para poder iniciar o processo de transferência", explicou no comunicado um porta-voz do Departamento de Comércio.

Com isso, o Icann passará a ser um órgão de controle internacional, um objetivo pelo qual vários países, sobretudo a União Europeia, pressionam os Estados Unidos há muito tempo.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo