Entretenimento

Eduardo Paes inaugura sala de visitação do Museu do Amanhã

Do Rio de Janeiro

19/02/2014 15h09Atualizada em 19/02/2014 15h30

O prefeito Eduardo Paes inaugurou nesta quarta-feira (19) uma sala em que público poderá conhecer aspectos e maquetes do que será o Museu do Amanhã, que possui a pretensão de ser um dos grandes "ícones arquitetônico" do Rio de Janeiro.

Assim assegurou o prefeito durante o ato de inauguração da primeira sala do museu, previsto para ser finalizado somente em 2015. Na ocasião, Eduardo Paes também destacou que a obra se transformará em um "espaço de reflexão sobre o futuro" e se unirá a um "super ícone cultural", caso do mar que contornará o edifício.

De acordo com o prefeito, é "muito importante" que uma cidade tenha "ícones culturais e arquitetônicos", já que, segundo ele, o projeto do arquiteto espanhol Santiago Calatrava "é muito diferente de qualquer coisa perecida que o povo já tenha visto".

O financiamento para este museu, cuja construção está emoldurada no projeto de reforma da zona portuária, procederá integralmente de recursos privados através de parcerias público-privadas, lembrou Paes.

Neste sentido, o prefeito se mostrou satisfeito que esta iniciativa possa ser desenvolvida sem a necessidade de usar o financiamento para outros projetos municipais.

"É uma maravilha poder fazê-lo assim", assegurou Paes durante a inauguração da sala de 80 metros quadrados, que reúne tablets com aplicativo exclusivo, vídeo e ainda apresenta a maquete do prédio do Museu. Uma equipe de educadores também acompanhará a visitação do público, que, por sinal, ainda poderá se divertir com um quiz.

Além de ser financiado inteiramente pela iniciativa privada, o museu também conta com apoio da Fundação Banco Santander. De acordo com o presidente do banco no Brasil, Jesús Zabalza, "é um prazer" estabelecer esta relação porque a instituição "ganha um acento mais carioca" e chega "mais perto do Rio de Janeiro".

A ideia do Museu do Amanhã é fazer com que os visitantes desenvolvam uma reflexão sobre o futuro da humanidade e sobre as relações que deve estabelecer com a natureza, o meio ambiente e o espaço urbano.

A inauguração oficial do museu está prevista somente para 2015, mas, com a abertura da sala de visitação, os responsáveis do museu esperam que os visitantes já comecem a articular essa reflexão e, principalmente, se acostumem com a proposta desta ousada obra, uma "alternativa de entretenimento e conhecimento" na cidade.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo