Entretenimento

Washington recriará, 50 anos depois, 1º grande show dos Beatles nos EUA

11/02/2014 07h12

Teresa Bouza.

Washington, 11 fev (EFE).- Washington recriará nesta terça-feira, minuto a minuto, o primeiro grande show dos Beatles nos Estados Unidos, realizado há 50 anos para mais de oito mil pessoas no Uline Arena, um estádio esportivo da cidade.

"Fazia muito frio aquele dia. Havia entre 20 e 25 centímetros de neve", e eles tiveram que viajar de trem de Nova York para Washington, em vez de avião como estava previsto, explicou em entrevista à Agência Efe Rebecca Miller, diretora-executiva do DC Preservation League, responsável pela conservação de prédios históricos.

John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr foram de limusine da estação de trem ao Uline Arena, um local coberto que recebia lutas de boxe, partidas de hóquei, basquete e atrações musicais, e cujo interior será demolido depois da apresentação de amanhã para a construção de apartamentos e salas comerciais.

"Há muita história nestas paredes", disse Rebecca, que lembrou que Earl Lloyd, o primeiro jogador negro da NBA, estreou no Uline Arena, por onde também passaram artistas como Janis Joplin e a cantora de country Patsy Cline.

Os Beatles estrearam em Washington dois dias depois de se apresentarem ao vivo diante de 73 milhões de telespectadores no programa "The Ed Sullivan Show", onde tocaram músicas como "She Loves You" e "I Want to Hold Your Hand", que em fevereiro de 1964 tinha alcançado os primeiros lugares das listas musicais.

A chegada foi marcada por uma grande campanha publicitária do estúdio de gravação Capitol Records, que investiu US$ 40 mil na divulgação da banda.

"Imprimiram milhares de adesivos com as palavras 'Estão Vindo', e com a imagem dos cabelos compridos no fundo, o que despertou a curiosidade dos jovens, principalmente em Nova York", disse à Agência Efe Chuck Gunderson, autor do livro "Some Fun Tonight! The Backstage Story of How The Beatles Rocked América", ainda sem edição para o Brasil.

Gunderson destacou que a passagem da banda britânica por Washington foi um sucesso, e lembrou que, embora oito mil pessoas possa parecer pouco, o quarteto costumava atrair, naquela época, uma média de 2.500 pessoas nas apresentações na Grã-Bretanha.

"Representa um recorde de audiência para a banda", ressaltou Rebecca, a diretora do DC Preservation League, que mencionou que entre o público daquela noite fria de fevereiro esteve Al Gore, que anos mais tarde se tornaria vice-presidente dos EUA.

A apresentação de amanhã, com o título "Yesterday & Today" (Ontem e Hoje), tentará reviver a atmosfera da época. O evento comemorativo começará às 18h (horário local), e contará com a participação de Tommy Roe, que fez o show de abertura dos Beatles na apresentação de 1964.

Às 20h30, exatamente na mesma hora em que o quarteto de Liverpool começou o show há 50 anos, o grupo de tributo Beatlemania Now recriará na íntegra o show de 1964, com duração de 35 minutos. Os organizadores esperam que o evento de amanhã atraia cerca de três mil pessoas.

Os reis do Iê, Iê, Iê interpretaram 12 músicas naquela ocasião, entre elas "Roll Over Beethoven", "From Me to You" e "Twist and Shout".

O hotel Omni Shoreham, onde o grupo ficou hospedado em Washington, realizará hoje uma festa de homenagem. Serão servidos coquetéis e aperitivos "que teriam sido aprovados por John, Paul, George e Ringo", diz o convite para o evento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo