Entretenimento

Cinzas de poeta argentino Juan Gelman foram espalhadas no México

20/01/2014 17h58

Cidade do México, 20 jan (EFE).- As cinzas do poeta argentino Juan Gelman foram espalhadas na cidade mexicana de San Miguel Nepantla, berço da poetisa Soror Juana Inés de la Cruz (1651-1695), em cumprimento de sua vontade.

A informação foi confirmada nesta segunda-feira pelo poeta Eduardo Vázquez Marín em mensagem divulgada através de redes sociais, na qual destaca que Gelman repousa desde sábado passado "nas saias dos vulcões" mexicanos Ixtlazíhuatl e Popocatepétl, no estado mexicano de Nepantla.

A viúva de Gelman, Mara Lamadrid, sua neta Macarena, outros parentes e cerca de 20 amigos estiveram no ato "na terra de Soror Juana Inés de la Cruz, onde Juan Gelman quis que fossem espalhadas suas cinzas", detalhou o poeta.

Gelman, nascido em Buenos Aires em 1930, morreu na terça-feira passada em sua casa da Cidade do México, onde viveu desde a ditadura na Argentina, após uma longa doença que não lhe impediu de trabalhar até suas últimas horas de vida.

Durante sua carreira, obteve vários prêmios como o Cervantes (2007), o Juan Rulfo (2000), o Pablo Neruda (2005) e o rainha Sofía (2005).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo