Entretenimento

Egito apreende mais de 1.500 peças da antiguidade extraídas de forma ilegal

07/01/2014 14h57

Cairo, 7 jan (EFE).- As autoridades egípcias apreenderam um total de 1524 peças da antiguidade, conseguidas através de escavações ilegais, durante uma intervenção policial em uma casa perto do Cairo, informaram nesta terça-feira os meios de comunicação locais.

As fontes, que citaram um comunicado do Ministério de Antiguidades, disseram que os especialistas do departamento confirmaram a autenticidade das peças que pertencem a diferentes idades da história egípcia.

Segundo a nota ministerial, as peças apreendidas "têm uma grande importância histórica" e incluem cabeças, de diferentes volumes, de estátuas humanas e animais de antigas deidades egípcias, algumas delas em pedra caliça e outras em metal.

Além disso, há também amuletos de diferentes tamanhos e construídos com diferentes materiais.

Em janeiro, as autoridades apreenderam 863 peças de antiguidade, que datam de diferentes períodos, quando supostamente eram transportadas ilegalmente pela estrada que une o Cairo ao Suez, no leste do país.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo