Entretenimento

Times Square volta reunir 1 milhão de pessoas para Ano Novo

01/01/2014 05h31

Nova York, 1 jan (EFE).- A famosa praça nova-iorquina de Times Square presenciou mais uma vez, entre os sorrisos e gritos de alegria de mais de 1 milhão de pessoas, a descida da bola de cristal para dar as boas-vindas a 2014.

Apesar das temperaturas negativas, a multidão reunida na praça festejou quando a juíza da Suprema Corte, Sonia Sotomayor, nascida no Bronx, apertou finalmente o botão de descida da famosa esfera luminosa.

Os presentes entoaram a contagem regressiva para celebrar a chegada do novo ano, que foi recebido com uma chuva de confetes e gritos de comemoração, e em seguida começou o show dos fogos de artifício.

As pessoas reunidas na praça mais internacional do mundo presenciaram a descida da esfera no mastro situado no ponto mais alto do edifício número 1 da Times Square.

Entre coroas da Estátua da Liberdade e óculos com o número do novo ano, que se tornaram muito populares ultimamente, além de gorros, apitos e cachecóis coloridos, os presentes, procedentes de todo o mundo, cantaram, gritaram e lançaram confetes, globos e doces ao ar.

Antes do início do novo ano, a celebração contou com apresentações de artistas como Miley Cyrus e Melissa Etheridge.

A celebração propriamente dita começou seis horas antes da meia-noite, mas as pessoas começaram a se aglomerar na praça desde o meio-dia para conseguir um bom lugar.

Entre as ruas 23 e 59 e a Sétima e Oitava avenidas, centenas de milhares de pessoas se reuniram para festejar com música, papel picado e exibições pirotécnicas, o começo do novo ano.

A Times Square abriga a celebração do Ano Novo na cidade há 109 anos.

Os donos do jornal "The New York Times" começaram a festejar a entrada do ano no terraço deste edifício em 1904, primeiro com fogos de artifício e, a partir de 1908, com a esfera iluminada.

A tradição de ver a descida da bola na Times Square se repetiu todos os anos, com a exceção de 1942 e 1943, quando a cerimônia foi suspensa devido à Segunda Guerra Mundial e foi substituída por um minuto de silêncio.

As medidas de segurança foram bastante rígidas desde o início da manhã e a polícia nova-iorquina mobilizou grupos especiais antiterroristas e contra artefatos químicos, biológicos e radioativos.

O prefeito em fim de mandato de Nova York, Michael Bloomberg, não participou da celebração pela primeira vez desde que assumiu o cargo na Prefeitura em 2002, já que festejou a chegada de 2014 com seus parentes e amigos.

Por outro lado, o prefeito eleito da cidade, Bill de Blasio, fez o juramento do cargo em uma cerimônia privada em sua casa em Park Slope, no Brooklyn, no primeiro minuto do novo ano.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo