Entretenimento

"Gilda", "Pulp Fiction" e "Mary Poppins" se tornam tesouros nacionais dos EUA

Divulgação
Cena do filme "Pulp Fiction - Tempos de Violência", de Quentin Tarantino Imagem: Divulgação

26/12/2013 21h27

Washington, 26 dez (EFE).- "Gilda", "Pulp Fiction" e "Mary Poppins" estão entre os filmes selecionados em 2013 para serem incluídos no Registro Nacional de Filmes da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos pela "significativa" relevância cultural, histórica e estética.

A lista foi anunciada esta semana por James H. Billington, encarregado da Biblioteca do Congresso, que ressaltou que o objetivo é "proteger a incomparável herança cinematográfica e a criativa da sétima arte dos EUA".

Como é habitual, entre os 25 filmes selecionados se encontra todo tipo de gênero, desde documentários e filmes de ficção a filmes muds ou experimentais.

Da lista se destacam o clássico de Hollywood da década de 40 com Rita Hayworth "Gilda"; o sucesso pop de Quentin Tarantino "Pulp Fiction", do início dos anos 90, e "Mary Poppins", filme que deu a Julie Andrews o Oscar de melhor atriz em 1964.

Também foram reconhecidos um dos primeiros documentários de Michael Moore, "Roger e Eu", de 1989; "Daughter of Dawn", de 1920, documentário integralmente protagonizado por membros das tribos indianas Comanche e Kiowa, e os primeiros filmes da dançarina e coreógrafa americano Martha Graham.

Fecham a seleção as obras como "Depois do Vendaval" (1952), de John Ford; "Quem Tem Medo de Virginia Woolf (1966), com Elizabeth Taylor, e "Planeta Proibido", um dos primeiros filmes de ficção científica, de 1956.

A única condição para serem selecionado é que os filmes, que cobrem o período de 1919 a 2002, tivessem pelo menos 10 anos de idade.

Todos estes filmes serão submetidos a um processo de conservação e classificação para que possam ser acessados pelas gerações futuras.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo