Topo

Entretenimento

Ex-presidente sul-africano Mbeki: "A morte de Mandela é o fim de uma era"

05/12/2013 21h24

Johanesburgo, 6 dez (EFE).- O ex-presidente da África do Sul Thabo Mbeki disse nesta quinta-feira que a morte de Nelson Mandela "marca o final de uma era histórica".

O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela morreu às 20h50 (hora local, 16h50 em Brasília) aos 95 anos de idade, anunciou hoje o atual presidente sulafricano, Jacob Zuma.

"Sua morte marca o final de uma era histórica representada pelas façanhas de sua geração", disse Mbeki em comunicado.

Mbeki sucedeu Mandela como presidente em 1999 e foi reeleito, se mantendo como chefe de Estado até 2008.

"Sua perda representa um momento muito triste de luto para sua família", disse.

"Mas também representa uma perda pessoal para nós, porque durante muitas décadas foi nosso guia e o de nossos pais", ressaltou.

Mbeki afirmou que a missão de Mandela ainda não terminou.

"Enquanto choramos a morte do presidente Mandela devemos nos perguntar uma questão fundamental: o que deveríamos fazer para cumprir as tarefas de construir uma África do Sul democrática, não racista, não sexista e próspera?".

O ex-presidente sul-africano chamou a lutar por uma sociedade "livre de fome, pobreza, doenças e desigualdades, assim como pelo renascimento da África, ao que Mandela dedicou toda sua vida".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento