Entretenimento

Vinil mostra que voltou para ficar na maior feira do disco em Utrecht

23/11/2013 15h04

Maite Rodal.

Haia, 23 nov (EFE).- A feira de música "Mega Platen", que começa neste sábado na cidade de Utrecht (Holanda), prova que o disco do vinil sobreviveu à era digital e continua tendo cada vez mais fãs, que se reúnem todos os anos no evento.

"A feira se transformou na maior loja de discos do mundo", disse à Agência Efe Cas Bosland, representante da gravadora The Record Planet e um dos organizadores do evento.

Um prestígio merecido, já que conta com 500 estandes procedentes de mais de 50 países diferentes - entre eles, o Brasil - e que neste ano comemora sua 40ª edição, à qual se espera que vão mais de 33 mil frequentadores "incondicionais".

"O evento ganhou reputação como fórum de encontro para os amantes da música em geral e do vinil em particular", contou Bosland.

Entre o público, há amantes da música, compositores na busca de gravações originais de seus próprios discos e colecionadores que mantêm contato regular através da internet e aproveitam a reunião de Utrecht para se encontrar pessoalmente e compartilhar sua torcida comum.

O mundo do vinil não se restringe à geração que viveu sua juventude no apogeu dessa mídia, entre os anos 60 e 90.

Curiosamente, são as gerações mais jovens as que fazem crescer a demanda do "LP", na busca de uma qualidade sonora da qual carece o suporte digital.

"Os jovens querem o vinil, que voltou à moda. Adolescentes buscam tudo sobre os Beatles ou novos grupos musicais que optam cada vez mais por esse suporte para seus álbuns", explicou o especialista.

A feira musical de Utrecht confirma que o vinil "está sendo redescoberto" e que com uma oferta em crescimento constante desde 2005, é uma "aposta comercial factível" também em tempos de crise.

"A nova geração, que cresceu na era digital, quase não conhece o som do vinil e quando o descobrem, se dão conta que produz um melhor som, e se prendam de sua dinâmica", segundo Bosland.

Inclusive uma das fábricas de discos mais importantes da Europa, Record Industry, que fica na cidade de Haarlem, (a oeste da Holanda) "precisou aumentar seu elenco pelo crescimento da demanda", pôs como exemplo o organizador da feira.

Destacou ainda outras vantagens do disco, já que "tem uma capa maior, onde os títulos são mais fáceis de ler, onde se pode incluir mais informação que nos CDs e fotografias mais bonitas na capa".

A 40ª edição da feira, que vai até amanhã, conta com a presença do artista britânico Nigel Waymouth, expondo os pôsteres originais que criou nos anos 60, com uma estética psicodélica, para músicos como Pink Floyd e Jimi Hendrix.

O especialista americano Michael Fremer dará sua visão sobre o universo do vinil e mostrará como um disco pode se transformar em um objeto de arte, sobretudo pelas mãos do artista holandês Henk Zielman, que apresenta suas obras sob o título "RecordArt".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo