Entretenimento

Facebook atualiza sua política de dados para tentar esclarecer usuários

15/11/2013 16h41

Madri, 15 nov (EFE).- O Facebook atualizou nesta sexta-feira sua "Política de Uso de Dados" e sua "Declaração de Direitos e Responsabilidades" para tornar mais clara a maneira como informa os usuários.

Os documentos legais indicam que os dados que a rede social compila, como os utiliza e as normas que aplica quando um usuário decide usar o site.

A rede social fundada por Mark Zuckerberg garantiu que a atualização introduzida hoje afeta unicamente a redação desses documentos e que não muda o conteúdo nem as práticas permitidas.

Esta atualização busca diminuir o desconforto dos usuários, que normalmente tem acessos a políticas de privacidade e dados formulados de forma complexa, o que dificulta sua compreensão.

A intenção ainda é diminuir a constante polêmica que existe ao redor do mundo de como as redes sociais se aproveitam da informação privada para fins econômicos.

Em agosto, o Facebook tornou públicas as propostas para esta atualização da política de dados e hoje as implementou após ter analisado opiniões e sugestões de usuários, políticos e reguladores.

A tentativa foi de simplificar a explicação de como se utilizam nome, foto de perfil e conteúdos publicados pelos usuários "em relação com os anúncios ou ao conteúdo comercial para que fique claro" que dão a "permissão ao Facebook para tal uso" ao criar uma conta na rede social.

Entre outras coisas, a companhia quis reforçar que os anúncios atuam como qualquer outro tipo de publicação na rede social: são mostrados quando os contatos interagem com algum tipo de publicidade e respondem as limitações de privacidade estabelecidas por cada usuário. Além disso, podem ser desativadas.

Os anúncios sociais, aqueles nos quais uma publicidade aparece associada a um usuário, podem ser desativados.

Outro dos destaques da diretora de políticas de privacidade de Facebook, Erin Egan, foi o relativa à função de "sugestão de marcação" (não disponível na União Europeia), que analisa a foto de perfil de um usuário para propor a seus contatos que o marquem em outras imagens nas quais aparece.

"Quando se realiza uma marcação, é notificado que foi publicada uma foto em que aparece de modo que possa dar uma olhada. Após isso depende de ti: por exemplo, podes apagar a marcação ou pedir a pessoa que subiu a foto que a elimine", resumiu Egan.

A rede social repetiu que o usuário é o "único dono" do conteúdo que publica no Facebook.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo