PUBLICIDADE
Topo

Hélio Oiticica é tema de mostra no Museu de Arte Moderna de Frankfurt

O brasileiro Neville Dalmeida em frente a obra de Helio Oiticica, no Museu de Arte Moderna de Frankfurt - Andreas Arnold/EFE
O brasileiro Neville Dalmeida em frente a obra de Helio Oiticica, no Museu de Arte Moderna de Frankfurt Imagem: Andreas Arnold/EFE

De Frankfurt, Alemanha

26/09/2013 15h02

O Museu de Arte Moderna de Frankfurt está apresentando uma retrospectiva do artista brasileiro Hélio Oiticica (1937-1980), com trabalhos de todas as suas fases e, por isso, é considerada como a maior já realizada até agora na Alemanha.

Oiticica defendia que o espectador devia se envolver ativamente em sua obra, assim como o artista alemão Joseph Beuys fazia em seu país durante a mesma época, se distanciando em ambos os casos da concepção tradicional de um trabalho artístico.

A exposição, intitulada "Hélio Oiticica. O Grande Labirinto", é realizada devido a próxima realização da Feira do Livro de Frankfurt, na qual o Brasil é o país convidado, e poderá ser vista desde o dia 28 de setembro até 12 de janeiro de 2014.

O Museu de Arte Moderna de Frankfurt considera que, antes que os termos "participação", "entorno" e "proposição" dominassem o discurso artístico na Europa e na América do Norte, Oiticica já tinha formulado os mesmos nos primeiros períodos de sua carreira.

Durante a realização da Feira do Livro Frankfurt, esculturas de Oiticica também poderão ser vistas no Palmem Garten de Frankfurt o Jardim Botânico , além dos grafites de seis artistas brasileiros nos locais mais emblemáticos da capital financeira alemã.