PUBLICIDADE
Topo

Projeto para proteger patrimônio cultural sírio será lançado em Nova York

23/09/2013 18h19

O Conselho Internacional de Museus (ICOM) lançará nesta quarta-feira (25) em Nova York um projeto para identificar bens e objetos culturais sírios "em risco" por causa da guerra civil no país para tentar protegê-los, anunciou nesta segunda-feira o Departamento de Estado dos EUA.

O ICOM, vinculado à Unesco, elaborou uma "lista vermelha" em parceria com o Departamento de Estado para responder aos "saques generalizados de museus e sítios arqueológicos na Síria", e ajudar às autoridades a identificar objetos que podem ser protegidos pelas leis nacionais ou internacionais.

"A destruição e o saque de lugares e monumentos conservados durante milênios deixa a Síria em risco de perder um legado cultural de importância universal", advertiu o Departamento de Estado em comunicado.

Os Estados Unidos "continuam pedindo" a todas as partes envolvidas no conflito na Síria que "respeitem e protejam" os pontos culturais como museus e arquivos, e também os locais de interesse arqueológico e histórico.

O lançamento da iniciativa vai acontecer nesta quarta-feira no Museu Metropolitano de Arte de Nova York.